Adolescente provoca danos em residência e automóvel de morador, em Capinzal

Capinzal/Ouro – Por volta das 9h deste domingo (28) a Polícia Militar em rondas no Acesso Cidade Alta, próximo à UNOESC Capinzal, avistou uma motocicleta em atitude suspeita. Em seguida foi realizada a abordagem da motocicleta Honda/CG 125 Titan. Ao verificar a motocicleta constatou-se que estava com escapamento alterado, tipo turbal, e com a luz de iluminação de led, sendo dado o prazo de 15 dias para a regulamentação. Diante dos fatos foi confeccionado o boletim de ocorrência, o levantamento fotográfico, o reconhecimento do CRLV digital e os autos de infração de trânsito cabíveis.

Por volta das 11h a PM em rondas no centro de Ouro visualizou a motocicleta onde o condutor encontrava-se em atitude suspeita. Realizada a abordagem na Rua Senador Pinheiro Machado, a guarnição constatou que tratava-se de uma motocicleta Honda/CG 160 Titan e que em consulta junto ao sistema integrado Sisp constatou que nada de irregular com a documentação do condutor e da motocicleta. Já em busca pessoal realizada no condutor foi encontrada uma porção de maconha pesando 3,1 gramas dentro de sua mochila. Indagado o abordado acerca da droga encontrada, ele relatou que é usuário de maconha e que usa nas horas vagas, pois, é trabalhador. O abordado informou para a guarnição onde comprou a maconha e descreveu o suspeito que lhe vendeu a droga, mas, não sabia informar o nome do envolvido. Assim, a guarnição realizou o levantamento fotográfico, imprimiu a guia de comparecimento junto ao Fórum da Comarca de Capinzal com data e hora marcada e finalizou a ocorrência.

Por volta das 12h a PM foi acionada para atender ocorrência de ameaça. No local, conforme relato da solicitante, o menor de idade apresentava problemas emocionais e estava muito alterado, mas já estava calmo no momento do atendimento, sendo dispensada a guarnição pela solicitante. Segundo ela o fato já está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar e que iniciará o iniciará tratamento psicológico.

Por volta das 15h a PM em rondas no bairro São Cristóvão próximo da empresa BRF, em Capinzal, visualizou a motocicleta Honda/CG 150 Fan com escapamento alterado tipo turbal. Realizada a abordagem em frente ao Consórcio Cisam, foi constatado que o condutor não possui habilitação, que havia comprado a motocicleta em uma garagem e que o vendedor sabia da sua condição de não habilitado. Em vistoria na motocicleta a guarnição constatou que a placa de identificação estava solta sendo segurada por uma presilha de plástico, o escapamento alterado tipo turbal, além de que, o pneu traseiro estava careca sem condições de oferecer segurança na condução ao condutor e demais motoristas. Assim, diante do estado do veículo e da situação de não habilitado do condutor, a guarnição removeu o veículo ao pátio do guincho credenciado, e lavrado os autos de infração de trânsito cabíveis .

Por volta das 15h a PM em rondas no bairro São Cristóvão, em Capinzal, abordou um veículo VW/Gol que apresentava placas Mercosul no sistema e transitava com a placa antiga. Diante da abordagem foi verificado que o condutor não possui CNH. Diante dos fatos foi notificado o e dado prazo para regularizar a situação. Por fim, foi confeccionado o boletim de ocorrência.

Por volta das 17h a PM foi até o loteamento Lanhi, em Capinzal. Chegando ao local, foi constatado que a janela da residência do solicitante estava quebrada e quem havia arremessado um objeto foi o autor. Foi constatado pela guarnição que o autor tem intrigas com a família dos solicitantes, e relatou que arremessou a pedra porque um dos solicitantes teria provocado. A solicitante afirmou que o autor a provocou há muito tempo e que a ameaçou de morte. O autor estava passando pela rua com um machado e teria começado uma discussão e também tentou adentrar forçadamente na residência.

A guarnição constatou que diversas vezes o autor afirmou que é ‘apoiador do PGC’ e que ‘é do crime’, falando que logo iria voltar e pegar todos da família dos solicitantes, ameaçando a todos de morte. Foi realizado o levantamento fotográfico e conduzido o autor para a delegacia regional de Joaçaba para realizar os procedimentos cabíveis. O autor é menor de idade, porém, precisou ser algemado pelo seu histórico agressivo, pela sua própria segurança, da guarnição e terceiros. Foi acionado o Conselho Tutelar, porém não obteve sucesso. O autor disse que não apresentava lesões após ter sido questionado pela guarnição.

Por volta das 21h a PM foi acionada para averiguar uma situação de vias de fato, ao chegar ao local a guarnição conversou com as pessoas que ali habitavam, não sendo constatado vias de fato, assim foi encerrado o atendimento.

Por volta das 23h a PM foi acionada para se deslocar até o loteamento Lanhi, em Capinzal, para atender uma ocorrência de dano onde o autor teria danificado para-brisa traseiro além da lanterna direita traseira e parte da lataria do veículo VW/Gol, alem de ter utilizado pedras danificou uma janela da residência em que o veículo encontrava-se. O proprietário do veículo informou não conhecer o autor e não soube informar o que teria motivado o autor a danificar o seu veículo. O autor havia danificado a mesma residência horas antes, fato esse que culminou com a condução do autor para a delegacia de polícia de Joaçaba. Após a guarnição liberá-lo, ele retornou para Capinzal e voltou a cometer atos infracionais.

Diante dos fatos a PM realizou diligências no bairro até a casa do autor, não sendo localizado. Solicitada a permissão para realizar buscas na residência, o colega que compartilha a residência indagou a PM acerca da existência de uma mandado de busca. Assim, a guarnição orientou os envolvidos acerca dos procedimentos legais. Por fim, a PM realizou o levantamento fotográfico e confeccionou o boletim de ocorrência.

Por volta da meia-noite a PM em rondas no centro de Capinzal visualizou um homem transitando se esquivando nas decorações de Natal. Diante da fundada suspeita a guarnição realizou a abordagem. Foi identificado o autor e realizada busca pessoal, sendo encontrada um pequena quantidade de maconha pesando 2.9 gramas junto com um cachimbo artesanal. Solicitado ao abordado a origem do ilícito, ele permaneceu calado.

Indagado o autor acerca da droga encontrada disse ser usuário de crack e maconha, que a substância encontrada é maconha e seria para seu próprio consumo. Ainda nos bolsos possuía sua carteira de identidade e R$ 55,00, sendo posteriormente devolvido para ele. Diante dos fatos já narrados, a PM a substância e o cachimbo. Por fim, foi expedida guia de comparecimento junto ao juizado especial criminal da comarca de Capinzal com data e hora pré-estabelecida, realizado levantamento fotográfico e confeccionado o boletim de ocorrência.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.