Adolescentes em medida socioeducativa são inseridos no mercado de trabalho

Chapecó – Onze jovens de Chapecó têm a chance de desenhar um novo caminho para o futuro. Eles são internos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Chapecó. Por dois meses, receberam aulas através do Programa de Iniciação ao Trabalho, dentro da unidade.

O treinamento é viabilizado por meio de uma parceria entre o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), com apoio do Poder Judiciário catarinense.

No momento da formatura, um deles já estava com a carteira de trabalho em mãos. Foi contratado como menor aprendiz em uma empresa de rastreamento de transportes. Outros cinco foram contratados como estagiários para atuar na prefeitura de Chapecó.

Autoridades e empresários da região participaram do evento e devem oportunizar mais vagas para os demais adolescentes habilitados pelo treinamento. O curso de profissionalização foi ministrado aos 11 participantes selecionados a partir de requisitos como comportamento, tempo de internação e grau de escolaridade. (Com informações do Poder Judiciário)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.