ADR Joaçaba é cobiçada por três peemedebistas

Joaçaba – Pelo menos três peemedebistas estão interessados em assumir a secretaria-executiva da Agência de Desenvolvimento Regional de Joaçaba: Jorge Ronaldo Pohl, Armindo Haro Neto e Luiz Nora.

Pohl é contador e atualmente preside o partido em Joaçaba. Armindo disputou a última eleição municipal em 2016 e ficou na terceira colocação. E Luiz Nora acumula a experiência de ter administrado o município de Jaborá e, atualmente, ocupa a gerência de Políticas Econômicas Rurais e Urbanas da ADR Joaçaba.

Os três trabalham nos bastidores para serem confirmados pelo governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB) para a sucessão no cargo de Rafael Laske ex-prefeito de Joaçaba e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD. Tanto Pohl quanto Haro Neto vislumbram a prefeitura de Joaçaba no pleito de 2020, enquanto Nora não demonstra intenção de concorrer novamente em Jaborá.

As conversações prosseguem e deverão ter desdobramentos à medida que se aproxima o mês de abril, período em que os secretários que pretendem disputar as eleições deste ano devem deixar os cargos. Contudo, a mudança pode ocorrer antes, seja pela decisão de Pinho Moreira, seja pela vontade do próprio Laske. A hipótese aumenta haja vista o distanciamento entre as siglas, PMDB e PSD e as dificuldades na reaproximação para continuidade da tríplice aliança que governa o estado desde o tempo do saudoso Luiz Henrique da Silveira.

Por fim, o nome do futuro secretário-executivo deverá passar pelo aval do coordenador regional do PMDB e presidente da Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense (AMMOC), prefeito de Capinzal Nilvo Dorini. A ADR Joaçaba abrange os municípios de Água Doce, Capinzal, Catanduvas, Erval Velho, Herval d’Oeste, Ibicaré, Jaborá, Joaçaba, Lacerdópolis, Luzerna, Ouro, Treze Tílias e Vargem Bonita.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.