Alto consumo de energia elétrica no verão pode comprometer abastecimento

Estado – Com aproximadamente 3 milhões de consumidores em todo o estado e capacidade para atender o aumento da demanda do verão, a Celesc faz um alerta para o uso consciente e funcional de energia. O assistente da Diretoria de Distribuição da empresa, Pablo Cupani, destaca que atitudes simples podem contribuir para evitar a falta de energia.

Entre as medidas, ele ressalta que as pessoas devem aproveitar ao máximo a luz natural. “Além disso, a troca dos filtros do ar condicionado, assim como o uso correto do aparelho são fundamentais para evitar o consumo inadequado de energia. Banhos curtos, com o chuveiro no modo verão, também contribuem para a economia.”

A queima de transformadores é um dos principais fatores para a falta de energia elétrica. De acordo com Cupani, a maioria dos casos é ocasionada pelo excesso de carga. Para evitar esse tipo de problema, a empresa alerta para evitar a superlotação das residências de veraneio. A prática acarreta aumento do consumo indevido, principalmente com o uso de eletrodomésticos como condicionadores de ar, computadores, freezers, televisão, entre outros. “Acaba exigindo mais do que a rede está dimensionada, provocando os curto-circuitos e a consequente a falta de energia”, disse.

Segundo o assistente, para não ficar no escuro é fundamental que os moradores fiquem atentos à capacidade da rede para atendimento das residências e do comércio. Trocar o disjuntor da unidade consumidora, por exemplo, sem avisar a Celesc para que seja redimensionada a rede, caso necessário, acaba potencializando a possibilidade de falta de energia.

Cupani também comentou que, durante o verão, é mais frequente a queda de energia causada pelas condições climáticas, quando ocorrem temporais e ventos fortes. Conforme o assistente, o índice de desligamento do sistema durante essa estação do ano é da ordem de 40% a mais do que no período do inverno. “Respeitar o dimensionamento de energia das residências ainda é a melhor forma de evitar a queda de luz.”

Fonte: Agência AL

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.