Após um mês detida professora tem prisão preventiva revogada pela Justiça de Capinzal

Capinzal – A Justiça da comarca de Capinzal revogou a prisão preventiva da professora detida em operação da polícia de combate ao tráfico de drogas em três municípios da região. O magistrado concedeu a liberdade com o compromisso dela em compromisso de comparecer a todos os atos do processo a que for intimada e a manter o endereço atualizado nos autos para futuras intimações, sob pena de restabelecimento da prisão.

A professora foi presa em operação desencadeada na manhã do dia 05 de julho nos municípios de Lacerdópolis, Ouro e Herval d’ Oeste. Na ocasião, seis pessoas foram presas, sendo três em Lacerdópolis, uma em Ouro e duas em Herval d’ Oeste. O cumprimento dos mandados de prisão expedidos pela Justiça da Comarca de Capinzal foi realizado por policiais civis com apoio do setor de inteligência da PM de Capinzal e canil do 26º Batalhão de Herval d’ Oeste.

Foram apreendidas drogas (maconha e cocaína), arma de fogo, munições, facão, balança de precisão e dinheiro. Os suspeitos foram apresentados à imprensa pelo delegado regional Daniel Régis, acompanhado dos delegados Fernanda Gehlen da Silva, André Cembranelli e Deyvid Tranche Lima que também trabalharam na operação.

Conforme o delegado Régis, as investigações apontam para uma associação criminosa com atividades bem definidas. Os outros detidos estão preventivamente recolhidos ao presídio regional de Joaçaba à disposição da Justiça. Devido à prisão preventiva, a professora acabou sendo afastada das atividades que mantinha em escola de Lacerdópolis e outra de Joaçaba.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.