Aras arquiva pedido de afastamento contra Bolsonaro

O procurador-geral da República, Augusto Aras, arquivou a notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro protocolada pelo deputado petista Reginaldo Lopes.

De acordo com Aras, não há embasamento jurídico que endosse o pedido de afastamento ou até mesmo uma possível perda de mandato do presidente.

Caso a notícia-crime recebesse parecer favorável do PGR, seguiria para o STF, que poderia rejeitar ou acolher e remeter para Câmara dos Deputados.

No final, se a ação petista obtivesse sucesso, Jair Bolsonaro poderia ser afastado por 180 dias, podendo chegar à perda do mandato. (Com informações R7)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.