Assalto a turistas argentinos pode ter ligação com crime no Trevão do Irani

Caçador – Na madrugada desta terça-feira (10) duas famílias argentinas foram rendidas e assaltadas na rodovia SC-350, entre Caçador e Taquara Verde. O assalto aconteceu nas proximidades do KM 10, na localidade conhecida como Sítio do Bugrão.

Segundo informações as famílias argentinas seguiam pela SC-350 e passariam por Caçador, seguindo até o litoral catarinense para passar as férias, quando tiveram a frente fechada por um Toyota Corolla em que os bandidos rapidamente desceram apontando as armas e anunciando o assalto.

Um dos veículos dos argentinos tentou fugir e foi seguido pelos assaltantes os quais dispararam contra o carro. Os ocupantes do carro então pararam e conseguiram correr até uma casa próxima à rodovia e pedir socorro.

A Polícia Militar de Caçador foi informada sobre o assalto e fez diversas buscas para tentar encontra o veículo, que segundo as vítimas, seguiu sentido BR-153, mas ninguém foi localizado. Os bandidos fugiram levando cerca de 2 mil pesos argentinos, totalizando cerca de R$ 400, além de vários outros objetos pessoais das famílias.

Na mesma madrugada, bandidos tomaram de assalto um Toyota Corolla na BR-153, proximidades do Trevão de Irani, onde em posse de um Ford Fusion fecharam a frente do carro e renderam os dois ocupantes, colocaram capuzes em suas cabeças e os levaram até a linha Pingador, onde foram liberados.

Os dois ocupantes do Corolla só foram localizados por volta das 7 horas desta terça-feira, e contaram a Polícia Militar de Irani que enquanto estavam feitas reféns dos bandidos, eles comentaram que o veículo seria abandonado sentido Erechim/RS.

As vítimas de Caçador foram conduzidas até a delegacia local onde prestarem depoimento. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso, mas não descarta uma possível ligação entre os dois crimes.

(Com informações de Luiz Michel Zanatta)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.