Até final do ano deve ser feito acordo para exportar leite para a China

O acordo sanitário para que o Brasil possa exportar leite para a China deve sair até o final do ano, segundo o secretário de Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies, que na semana passada participou de uma missão da Agência de Promoção das Exportações (Apex) e Confederação Nacional de Agricultura (CNA), ao país oriental. Spies disse que durante a missão foram acordadas as bases do acordo sanitário.

– Foram acertadas as condições sanitárias e o padrão exigido e agora será feita a tradução da documentação. Concluindo essa etapa poderemos dar início ao processo de habilitação das plantas – destacou Spies.

A intenção é iniciar as vendas de produtos com maior valor agregado, como queijos e manteiga. Outro mercado que está sendo buscado é o México, que também está na fase de tradução da documentação para posterior habilitação. 

Queda no preço do leite  

Depois de uma alta no período do inverno o preço do leite começou a cair, tanto para o produtor, como para o consumidor. De acordo com o levantamento do cesto básico da Unochapecó/Sicom, o leite longa vida caiu 7,9% nos supermercados de Chapecó em novembro, em comparação com outubro. Mesmo assim no ano a alta ainda é de 31%.

No campo o preço pago ao produtor caiu em média oito centavos no mês passado e deve ter nova queda neste mês, segundo o presidente do  Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados de Santa Catarina (Sindileite-SC), Valter Brandalise. Ele afirmou que a queda é resultado de um aumento da oferta de produção no Sudeste aliado a uma redução de consumo no período de verão, o que é normal para a época.

(NSC)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.