Bancada de SC faltou em 680 sessões e gastou R$ 23 milhões de cota parlamentar

Estado – Levantamento exclusivo realizado pela ONG Ranking dos Políticos, que atua na fiscalização da gestão dos parlamentares brasileiros, aponta que os deputados federais e senadores de Santa Catarina faltaram, somados, 680 vezes nas sessões plenárias do Congresso entre 2015 e 2018. Do total de faltas, 241 delas não foram justificadas até o momento.

Os mais ausentes foram os deputados João Rodrigues (PSD) e Marco Tebaldi (PSDB), que
registraram respectivamente 104 faltas (81 não justificadas) e 96 (18 não justificadas) em
395 sessões apuradas. Na outra ponta, a deputada Carmen Zanotto (PPS) esteve ausente
apenas em seis sessões, sendo apenas uma delas não justificada.

O Ranking dos Políticos também mostra que os congressistas catarinenses gastaram
R$ 23,5 milhões com cotas e verbas indenizatórias até o presente momento do
mandato. Somente com combustível e lubrificantes, os deputados e senadores do estado
consumiram R$ 2.547.367,49. Ao todo, os parlamentares brasileiros nas duas casas
gastaram cerca de R$ 60 milhões com esse tipo de despesa no período.

Sobre o Ranking dos Políticos:

Ranking dos Políticos atua na classificação e compliance do setor público por meio de
ferramentas tecnológicas compiladas pelo Portal da Transparência e informações públicas
de parlamentares brasileiros. Os critérios utilizados pelo Ranking são absolutamente
técnicos, levando em conta fatores como assiduidade, gastos da cota parlamentar,
processos judiciais e atuação legislativa. Todas as informações publicadas no Ranking são
públicas, disponíveis nos sites oficiais do Senado e da Câmara dos Deputados e dos
Tribunais de Justiça.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.