Bebê morto em Capinzal havia completado dois meses no sábado; pai possuía 30 passagens policiais

Capinzal – Aislan Toldo, 21 anos, apontado pela polícia como suspeito de participação na morte do filho de dois meses na madrugada de domingo (26) possuía 30 passagens policiais, entre elas ameaça, lesão corporal e violência doméstica.

As informações foram confirmadas pelo delegado da comarca de Capinzal, José Sérgio de Castilho. Toldo foi preso no domingo, horas depois de confirmada a morte da criança que completou dois meses no sábado.

A mãe, Vanessa da Silva, de 22 anos, foi presa na manhã desta segunda-feira. Policiais civis cumpriram mandado de prisão preventiva expedido pelo Poder Judiciário.

A ação ocorreu por volta das 7h30min. Ela estava no velório. O crime ocorreu na rua Romeu Gasser, Loteamento Parizotto. O bebê foi encaminhado pelos avós ao Hospital Nossa Senhora das Dores, por volta das 4h, apresentando lesões pelo corpo. Entretanto, o bebê deu entrada já sem vida.

A necropsia do Instituto Geral de Perícias de Joaçaba apontou a causa da morte por traumatismo craniano. Conforme o delegado José Sérgio de Castilho, a mãe disse que teria deixado o filho na sala aos cuidados do pai, por volta das 2h, e teria ido dormir. Por volta das 4h o jovem acordou a companheira dizendo que o filho não estava mais respirando. Ele disse que teria tentado reanimar a criança, mas não conseguiu.

A jovem pediu socorro aos pais que residem nas proximidades, os quais levaram o neto ao hospital. O suspeito não quis acompanhar o socorro do filho. Ele foi preso pela Polícia Militar por volta das 6h30min na Vila Sete de Julho, quando ia com o pai até o hospital.

Peritos do IGP teriam encontrado vestígios de sangue no carrinho da criança e no tanque de lavar-roupas. O material passará por perícia. Vizinhos também foram ouvidos pela Polícia Civil e disseram que discussões entre o casal eram frequentes e que o bebê chorava bastante. O casal é suspeito de maus-tratos. Aislan Toldo nega as acusações.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.