Bolsonaro confirma que a CPMF não será recriada

O presidente da República, Jair Bolsonaro, discursa na 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, Argentina.

Nesta quarta-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro confirmou, em sua conta do Twitter, que a reforma tributária não terá aumento de impostos ou a recriação da CPMF. Ele também disse que a tentativa de recriar o novo imposto foi o motivo para a demissão do secretário da Receita Federal, Marcos Cintra.

– Tentativa de recriar CPMF derruba chefe da Receita. Paulo Guedes exonerou, a pedido, o chefe da Receita Federal por divergências no projeto da reforma tributária. A recriação da CPMF ou aumento da carga tributária estão fora da reforma tributária por determinação do Presidente – escreveu.

O cargo foi assumido de forma interina pelo auditor fiscal José de Assis Ferraz. Em nota, Guedes agradeceu a Cintra pelos serviços prestados e disse que a equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário. De acordo com o comunicado, a proposta visa “corrigir distorções, simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.