Brigada Militar faz buscas com auxílio de helicóptero a assaltantes que agiram em Maximiliano

Helicóptero da Brigada Militar auxilia equipes de solo - Foto: Portal de Marcelino

Maximiliano de Almeida – O Centro de Operação Especiais (COE) da Brigada Militar, Canil e um helicóptero da corporação foram empenhados nas buscas aos assaltantes que agiram em Maximiliano de Almeida, no Alto Uruguai Gaúcho, na última quarta-feira (01).

A operação de caçada aos criminosos foi desencadeada depois que uma Saveiro clonada com placas falsas de Maximiliano de Almeida, e que possui registro de furto/roubo em Caxias do Sul, na serra gaúcha, foi localizada no interior de Machadinho abandonada em uma estrada secundária em meio ao matagal e encoberto por uma lona.

Populares avistaram o utilitário na comunidade de Passo Betiolo, acionaram a polícia e foi nessa região que a Brigada Militar intensificou as buscas devido à suspeita de que os bandidos estejam escondidos na mata aguardando o momento oportuno para fugir.

Na Saveiro a polícia encontrou “miguelitos” usados para furar pneus de viaturas durante a fuga, coletes balísticos e cápsulas deflagradas de grosso calibre. A Saveiro teria sido usada na fuga dos bandidos após a ação simultânea no Banco do Brasil, Banrisul e Cresol. O helicóptero Esquilo, dotado de tecnologia com câmeras de última geração com grande poder de aproximação (zoom), assim que anoiteceu pousou no campo de futebol do seminário em Marcelino Ramos. As buscas devem ser retomadas na manhã deste sábado (04).

Há suspeitas de que o mentor da quadrilha seja um presidiário de Caxias do Sul que está em regime aberto e que teria que se apresentar na próxima terça-feira no presídio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.