Brigada Militar frustra possível assalto a banco no município de Barracão/RS

Barracão – A Brigada Militar (BM) frustrou um possível assalto a banco no município de Barracão/RS nesta quinta-feira (06). Por volta das 10h a BM recebeu uma informação por WhatsApp dando conta que no dia de hoje ocorreria um assalto a banco no município de Barracão.

Imediatamente o comando do 10º BPM comunicou as unidades próximas e reforçou o policiamento que contam com menor efetivo. Através do setor de inteligência a polícia buscou identificar os suspeitos e o possível alvo da quadrilha.

Durante as buscas foi abordado no município de Barracão um suspeito que transitava em um Corsa. No celular dele havia mensagens de áudio com outro suposto integrante do banco, o qual solicitava informações sobre o local da ação da quadrilha.

Diante das evidências de que o homem abordado seria o “olheiro” da quadrilha, ele foi detido e encaminhado à delegacia de polícia de Barracão.

Já no período da tarde, por volta das 14h30min, o motorista de um caminhão com placas de Joinville/SC procurou a polícia em Barracão dizendo que foi rendido em Vacaria/RS, por volta das 12h20min, por dois homens armados de revólveres e pistolas.

A vítima foi acompanhada pela dupla e escoltados por uma caminhonete ocupada por dois homens que seguiram pelas BR’s 285 e 470.

O motorista revelou que foi abandonado pelo grupo em uma estrada vicinal a aproximadamente 5 km de Barracão. O caminhão também foi deixado pelos suspeitos. Na ocasião os homens teriam dito “deu ruim” e logo após saíram da cabine.

Comparando os horários em que o motorista foi deixado em Barracão  e o horário em que o suspeito foi detido no mesmo município, a Brigada Militar acredita que o caminhão seria usado pelo grupo no ataque a banco.

O comando do 10º BPM orientou os brigadianos que estavam empenhados em barreiras nas estradas rurais a fazer buscas pelos suspeitos, mas eles não foram localizados até o momento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.