Cachorrinha de estimação é atacada e morta por “pastores alemães” no centro de Capinzal

Capinzal – Uma cachorrinha de estimação foi atacada e morta por dois cães “pastores alemães” no centro de Capinzal na noite deste domingo (04). O fato ocorreu por volta das 19h30min na rua Ernesto Hachmann, nas proximidades de uma igreja. Segundo o dono do animal abatido, a cachorrinha da raça Poodle se chamava “Linci” e tinha seis anos de idade.

Ele passeava nas imediações da Área de Lazer Dr. Arnaldo Favoritto quando, numa área de brita, avistou os dois “pastores alemães” soltos e, segundo ele, sem focinheiras. Assim que percebeu a presença dos cães o dono de Linci correu, entretanto, os dois cães foram atrás.

No impulso de tentar defender a cadelinha, o dono a ergueu, mas como os pastores alemães eram de grande porte, pularam e alcançaram Linci. A cadelinha foi puxada por uma perna e ferozmente atacada. As mordidas foram tão violentas que as vísceras de Linci ficaram expostas.

O dono dos pastores alemães ainda tentou intervir. Ele correu atrás de seus cães para separar, no entanto, não havia mais tempo. Depois, entregou os cães a outra pessoa, e ambos saíram do local. Somente a partir daí que teriam sido colocadas as guias para a condução dos cães em via pública.

A família que cuidava de Linci está abalada emocionalmente. Preferindo não se identificar, ela quer que o fato sirva como alerta para quem anda com cachorros bravos e soltos sem guia e focinheira.

3 Comentários

  1. É muita irresponsabilidade do dono deixar esse tipo de cão (pr Alemão) solto. Tenho uma fêmea de 7 meses, filhote ainda, mas só anda comigo na guia. Não se pode confiar no instinto do cão. Por mais que pareça manso, uma hora ele expõe seu instinto e pode atacar uma criança, um adulto e até mesmo outro cão mais fraco. A responsabilidade é toda do dono, merece até processo!

  2. Pastor alemão por mais manso que seja ele sempre esta alerta, qualquer outro animal que se aproxime para ele é uma ameaça, mas isso cabe aos donos sempre usarem focinheira em locais públicos, os pastores alemães não tem culpa alguma mas as pessoas que tem esse preconceito com raça de porte grande não tiro a razão faltou foi respeito e segurança de quem estava com eles soltos. Nunca pode se confiar em cães de guarda soltos por que não sabe que se passa em sua cabeça poderia ser uma criança ou um adulto indefeso eles atacaria também para proteger seu território, falo isso por que crio pastor alemão conheço a raça mais de 10 anos só ando com meu com guia curta e focinheira mesmo que seja manso não confio na pessoa que esteja em minha frente pois o cão por mais calmo que seja ela se torna uma arma sem controle em mãos de pessoas sem responsabilidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.