Câmara vota nesta semana denúncia contra o presidente Temer

Após o recesso, a Câmara dos Deputados retoma os trabalhos nesta semana e poderá votar nos próximos dias, se autoriza o prosseguimento da denúncia  da Procuradoria Geral da República, de corrupção passiva, contra o presidente Michel Temer. A sessão da votação já tem data marcada: quarta-feira (02), porém, pode não ocorrer neste dia, já que a conclusão da análise depende da presença dos deputados no plenário.

O Ministério Público acusa Temer com base na delação premiada dos executivos da JBS. Neste caso, por tratar-se do Presidente da República, é necessário que a Câmara autorize o Supremo Tribunal Federal (STF) a analisar a denúncia.

Para que a denúncia prossiga, pelo menos 342 deputados terão que votar contra o parecer aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do relator Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomenda a rejeição da denúncia.

Apesar da data marcada , a votação pode não ocorrer na quarta, já que alguns partidos da oposição avaliam não marcar presença em plenário, o que pode não totalizar 342 deputados registrados e impossibilitar a votação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.