Caminhada em Catanduvas pede paz e justiça pela morte de jovem em Jaborá

Catanduvas – Dezenas de pessoas participaram da caminhada pela paz e justiça pela morte de João Paulo Tomasi, 22 anos, em Catanduvas. O evento partiu da Praça Angelo Groto e percorreu as principais ruas do centro da cidade na tarde deste domingo (23), uma semana após a morte do jovem.

Familiares e amigos estiveram vestidos de branco e portando faixas e cartazes com mensagens pedindo justiça pelo crime. De acordo com Fabiana Pissoli, prima vítima, a caminhada pediu paz, amor, o fim da violência e Justiça.

“Este movimento, organizado pela família, amigos e comunidade de Catanduvas é pelo triste acontecido com o jovem João Paulo Tomasi, que foi assassinado durante uma festa no último final de semana em Jaborá”, diz Fabiana.

O crime

O jovem João Paulo Tomasi morreu na manhã do último domingo (16) no Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) de Joaçaba vítima de uma briga no final de um baile no centro de Jaborá. A vítima morava em Catanduvas e deixa um filho de 3 anos.  O suspeito de ser o agressor foi identificado e nesta semana se apresentou na delegacia de polícia de Catanduvas acompanhado de advogado. Após o depoimento ele foi liberado.

De acordo com o delegado André Cembranelli, o suspeito disse ter agido em legítima defesa. Ele teria se desvencilhado de uma suposta “gravata” aplicada por Tomasi, desferido um soco no rosto dele que, por sua vez caiu. Em seguida, ao tentar dar um chute na região abdominal da vítima teria acertado a cabeça do rapaz, provocando as lesões que causaram a morte. 

Fotos e vídeo: Paulo Gonçalves

Caminhada em Catanduvas pede paz e justiça pela morte de jovem em JaboráVídeo: Paulo Gonçalves https://www.michelteixeira.com.br/caminhada-em-catanduvas-pede-paz-e-justica-pela-morte-de-jovem-em-jabora/

Posted by Michel Teixeira on Sunday, April 23, 2017

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.