Campos Novos está em estado de infestação pelo mosquito Aedes Aegypti

Campos Novos – A situação de Campos Novos é considerada preocupante, visto que, o momento é de alerta e o município está em estado de infestação pelo Aedes Aegypti, conhecido popularmente como Mosquito da Dengue, zikavirus  e chikungunya. As informações são da Rádio Simpatia FM.

A informação foi prestada pelo fiscal da Vigilância Sanitária, Mário Arthur Favretto. Mesmo diante de diversos esforços para conter a proliferação do mosquito, está difícil ter o controle da situação. “O município agora é considerado como em Estado de Infestação pelo Aedes Aegypti. Significa que que o mosquito que transmite a dengue, se instalou e está se reproduzindo aqui no município”, explicou Mário Arthur Favretto.

Em anos anteriores quando aparecia o foco, eram em situações esporádicas, detectados em armadilhas ou pontos estratégicos. A situação mais preocupante foi registrada no final de 2018 no Bairro Boa Vista (Cohab), quando uma moradora, encontrou um mosquito adulto, o que desencadeou as inspeções em um raio de 300 metros que é a capacidade de voo do mosquito. Todos os imóveis nas proximidades do foco encontrado são vistoriados e durante os trabalhos diversos pontos foram encontrados.  Os pontos onde foram encontradas as larvas são em pequenos potes, formas ou outros objetos esquecidos nos terrenos das residências. Portanto, não é apenas nos terrenos baldios que os focos se instalam, por este motivo, as famílias devem observar bem a limpeza dos seus terrenos residenciais.

“O bairro Boa Vista está em situação de infestação e nas últimas semanas a situação ficou mais crítica porque os focos estão chegando, mais para a região central do município, ultrapassando os limites da BR 282. Também foi registrado um foco no Bairro Nossa Senhora de Lourdes (em uma das armadilhas, instaladas em empresas e residências colaboras). Outro foco foi registrado no Bairro Nossa Senhora Aparecida”, explicou  Mário Arthur Favreto.

É absolutamente necessário que a comunidade reforce os cuidados e não deixe nenhum recipiente com água parada. Para as pessoas que guardam água da chuva em toneis a sugestão é providenciar uma tela de mosquiteiro, para que os mosquitos não consigam chegar à água e depositar os ovos.

Em virtude desta situação de infestação, as agentes que estão fazendo as inspeções, orientando as famílias e tentando eliminar as larvas do mosquito aplicando larvicida onde não é possível retirar a água.

Em Campos Novos estão instaladas mais de 100 armadilhas que fica há cada 200 metros (uma da outra), formando uma rede que cobre todo o município.

Nos bairros Boa Vista (com mais de 30 focos) e Nossa Senhora Aparecida a Vigilância Sanitária já efetuou 9 autuações de residências que estavam em situações críticas ou que faltou colaboração das pessoas. Algumas pessoas que receberam orientação e notificação e mesmo assim não colaboraram foram multadas; em alguns casos a multa chega a mais de R$ 1 mil.

“A gente pede para a população que receba a visita das agentes de saúde e que colaborem ao máximo com elas, porque elas estão ali para cuidar da saúde de toda a cidade” solicita o fiscal da vigilância sanitária, Mario Arthur.

O trabalho de prevenção não obteve sucesso, então a partir de agora será necessário remediar. A comunidade precisa se conscientizar e cada um fazer sua parte para que esse problema seja eliminado.  As pessoas que tiveram informações de alguns pontos que possam ser focos do mosquito da Dengue, podem fazer a denuncia no Agiliza para registrar em protocolo.

A partir de agora será criado um plano de contingenciamento, caso aconteça à transmissão de doenças. O que ainda não aconteceu porque os mosquitos que estão no município ainda não estão contaminados por nenhum vírus.

Em Campos Novos existe um caso registrado de uma mulher que viajou para Tocantins e retornou com o vírus da Dengue. “Se, por exemplo: essa senhora morasse no Bairro Boa Vista, onde está circulando o mosquito e esse mosquito picar ela, ele iria se infectar com o vírus e começaria a transmitir, e os filhos deste mosquito já nasceriam infectados transmitindo a doença. E então a situação se tornaria pior”, explicou Mario Arthur Favreto.

A equipe que atua no programa de combate a dengue foi ampliada para atender a demanda da comunidade.

Nos demais bairros da cidade neste momento não foram registrados focos.

CONHEÇA O MAPA DA DENGUE DE CAMPOS NOVOS

MAPA DENGUE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.