Candidato a vereador enquadrado na Lei da Ficha Limpa tem registro impugnado em Zortéa

Zortéa – O juiz da7ª Zona Eleitoral de Campos Novos, Reny Baptista Neto, impugnou um pedido de candidatura ao Legislativo no município de Zortéa. Thiago Bedendo (PSD) da coligação “Zortéa Somos Todos Nós” – PSD, PP e PT -, teve o registro de candidato a vereador indeferido com base na “Lei da Ficha Limpa”.

O magistrado concedeu prazo para contestação da impugnação. Segundo a decisão da Justiça Eleitoral, Thiago Bedendo foi condenado criminalmente pelo Poder Judiciário em 15 de janeiro do ano passado, condenação com trânsito em julgado, ou seja, não cabe mais recurso.

Como a condenação criminal implica na suspenção dos direitos políticos pelo período igual, o postulante foi enquadrado na “Lei da Ficha Limpa” por prática de crime contra o patrimônio. O promotor da Justiça Eleitoral, Giancarlo Rosa Oliveira, emitiu parecer pela impugnação.

A sentença criminal foi anexada à decisão da Justiça Eleitoral. Conforme o processo, Bedendo praticou o crime de estelionato contra uma cooperativa previsto no artigo 171 do Código Penal e recebeu pena de um ano e seis meses de reclusão em regime aberto que foram substituídas por prestação de serviços comunitários e multa.

A vantagem ilícita chegou a R$ 387 mil. Thiago Bedendo foi condenado em primeira instância, entrou com recurso no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, mas não conseguiu reverter a sentença.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.