Candidatos a Conselheiros Tutelares são apresentados em Ipira

Desde o ano de 2015 o Conselho Nacional de Direitos da Criança e Adolescente organiza as eleições para o cargo de Conselheiro Tutelar de forma unificada, ou seja, todos os municípios brasileiros tem o mesmo dia para realizarem suas eleições. Levando esses dados em consideração e procurando atender as normas, na noite de quinta-feira (05), o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescentes – COMDICA, a comissão de eleição do Conselho Tutelar e a Administração Municipal realizou a apresentação dos Candidatos ao Cargo de Conselheiro Tutelar aos munícipes Ipirenses.

Realizado no Espaço Cultural, o objetivo do evento foi para que a população conhecesse os sete candidatos que estarão disputando as cinco vagas titulares e possam escolher quem melhor representar os interesses de cada cidadão. Os candidatos, Débora Jussara Köhler, Jhonata Rafael de Aguiar Duarte, Marilene Pereira de Aguiar, Maristela da Silva, Melânia Dambroz Hoffmann da Silva Angeli, Naiara Chaves de Andrade e Vanessa Crislei da Silva Ubiali, tiveram três minutos para apresentar suas propostas de trabalho.

O processo de eleição respeita parte dos trâmites de uma eleição comum, onde são proibidas algumas práticas como: comprar votos, puxar eleitores, distribuir camisetas, bonés, ou se comprometer em resolver uma dada situação de uma família ou indivíduo, pois o conselho tutelar é um órgão permanente e autônomo, eleito pela sociedade para zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes. Os conselheiros acompanham os menores em situação de risco e decidem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso. O exercício efetivo da função de conselheiro constitui serviço público relevante e quem o pratica deve ser pessoa idônea, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A eleição acontecerá no dia 06 de Outubro das 08h às 17h, junto à Escola Carlos Fries e toda população Ipirense está convidada a participar, ressaltando que apenas um candidato poderá ser escolhido. Para votar é necessário apresentar, título de eleitor, carteira de identidade ou outro documento equivalente com foto e ter transferido o título de eleitor há mais de três meses do pleito.

O Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Carlos Evelásio Kaster ressalta que os conselheiros tutelares são pessoas que agem como porta vozes das suas respectivas comunidades e atuam junto a outros órgãos e entidades para assegurar os direitos das crianças e dos adolescentes. “Contamos com a participação da comunidade para que compareça no dia da votação e escolham os cinco membros que irão compor o Conselho Tutelar, os quais irão atender e assegurar os direitos das nossas crianças e adolescentes pelos próximos quatro anos”, afirmou o Presidente Carlos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.