Casal é preso suspeito de tráfico de droga em Ouro

Ouro – Na noite desta sexta-feira, dia 23, após denúncias anônimas de que no município de Ouro estaria havendo tráfico ilícito de entorpecentes, os policiais militares iniciaram as diligências no sentido de confirmar os fatos. Foram abordados usuários, os quais afirmaram terem adquirido drogas no estabelecimento.

Em seguida, as guarnições realizaram a abordagem e buscas no “barracão”, localizado no Parque e Jardim Ouro, que seria utilizado para comercialização de hambúrgueres, no entanto, seria uma forma de ludibriar as autoridades e comercializar “drogas”.

Na abordagem e busca nos veículos que acabaram de deixar o estabelecimento, foram localizadas buchas de substância análoga à cocaína, onde os condutores e passageiro de iniciais J. A. B, D.R. K. e J. A. G. respectivamente, informaram ser usuários de drogas e que a substância encontrada era para consumo próprio, que haviam adquirido na “Hamburgueria”, pelo valor de R$ 50,00 (cinquenta reais), com o proprietário do local o senhor A. V.

O senhor D.R. K declarou ainda que no estabelecimento ingeriu uma lata de cerveja e fez uso de parte da substância análoga à cocaína que havia comprado.

Frente a estes fatos, a guarnição policial realizou a revista pessoal no proprietário A. V. e localizou no bolso da bermuda, uma “buchinha” de substância análoga à cocaína. Foram feitas buscas pelo estabelecimento comercial, acompanhado pelo proprietário A. V., e resultou na localização da importância de R$ 16.253 (dezesseis mil, duzentos e cinquenta e três reais) e um cheque de R$ 333,00 (trezentos e trinta e três reais), quantia essa dividida no caixa e na bolsa de L. D., companheira e sócia do proprietário.

Após a localização de várias buchas de substância análoga à cocaína que estavam de posse dos usuários e do proprietário, bem como da expressiva quantia encontrada, a guarnição do canil se fez presente e realizou novas buscas, porém não foi localizado mais nada de ilícito no estabelecimento comercial.

No entanto, na residência do casal, localizada no bairro Navegantes, foi encontrado 7.8 gramas de substância semelhante à maconha.

Diante dos fatos foi questionado o proprietário e a sócia acerca das substâncias e do valor encontrados, mas A. V. e L. D. fizeram o uso do direito constitucional que lhes assiste de permanecerem calados.

Por fim, perante todos os indícios e provas colhidas no local, foi dada voz de prisão para A. V. e L. D., conduzindo-os para a delegacia de Polícia Civil de Joaçaba, juntamente com todos os usuários que são testemunhas do delito.

Importante ressaltar que no estabelecimento comercial, não foi encontrado ninguém consumindo hambúrguer e lanches, tampouco foi encontrado matéria prima para preparação dos mesmos.

Assim, a guarnição realizou o levantamento fotográfico dos envolvidos e das substâncias apreendidas, lavrou o respectivo boletim de ocorrência e entregou todo o material apreendido, juntamente com as partes envolvidas para autoridade competente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.