Celesc recebe prêmio em nível nacional por projeto de sustentabilidade

Estado – O Eletroposto Celesc é um dos vencedores do Prêmio Eco da Câmara de Comércio Americana no Brasil (Amcham), na categoria Sustentabilidade em Produtos ou Serviços, grande tema Inovação. O projeto desenvolvido pela Celesc em parceria com a Fundação Certi está entre os 46 contemplados, de um total de 90 inscritos em todo o país. A cerimônia de premiação será nesta quinta-feira (21/02), na sede da Amcham, em São Paulo.

“Esta é a 36ª edição do prêmio e a segunda vez consecutiva que a Celesc é reconhecida por iniciativas que contribuem para o meio ambiente. No último ano, conquistamos a premiação com o Projeto Bônus Eficiente Linha Fotovoltaica, desenvolvido em parceria com a Engie Brasil, que concedeu um bônus de 60% para a instalação de sistemas de geração fotovoltaica em 1.250 residências”, afirma o gerente de Eficiência Energética da Celesc, Thiago Jeremias ao destacar o protagonismo na companhia catarinense no cenário nacional.

Desenvolvimento – Com o objetivo de estudar formas para otimizar o uso de energia, reduzir os custos de operação e os impactos dos carregamentos na rede elétrica, a Celesc, em parceria com a Fundação Certi, no âmbito do programa de Pesquisa & Desenvolvimento da Aneel, instalou sete eletropostos no estado, sendo três pontos de abastecimento rápido, com unidades em Florianópolis, Porto Belo e Araquari; além de quatro estações semirrápidas, localizadas em Joinville, Blumenau e nas sedes da Certi e da Celesc.

O trecho coberto por abastecimento 100% elétrico da Celesc está entre os maiores já em operação no Brasil, permitindo que um motorista percorra cerca de 300 quilômetros de estradas com abastecimento exclusivamente elétrico. O projeto integra estações de recarga de veículos, sistemas de armazenamento de energia e geração renovável, e propõe também modelos de operação comercial dos serviços de recarga, no contexto de aplicações em cidades inteligentes.

Pé na estrada – O sucesso levou a Celesc e a Certi a darem continuidade à iniciativa com o Eletroposto Celesc 2, que irá expandir a infraestrutura de recarga, gerando novas oportunidades no estado e no país. “O projeto foi fundamental para o nascimento da eletromobilidade em Santa Catarina de forma sustentável, por abordar as necessidades da rede de distribuição, estudadas e direcionadas pela equipe da Celesc, e na definição e uso das tecnologias de recarga veicular e armazenamento de energia pela equipe da Certi”, comenta o coordenador do projeto na Certi, Daniel Makohin.

A implantação dos eletropostos é um incentivo à inserção de veículos elétricos na frota brasileira, estimulando a modernização e a sustentabilidade na indústria automobilística e o aumento da eficiência dos meios de transporte. O projeto estuda formas de otimizar o uso de energia, reduzir os custos de operação e os impactos dos carregamentos na rede elétrica, além da inserção dos eletropostos no mercado nacional.

Mais reconhecimento – Em novembro de 2018, o projeto Eletroposto Celesc foi responsável pela conquista do 20º prêmio Fritz Müller na categoria Controle da Poluição Atmosférica. Concedido pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), este é o principal prêmio ambiental do estado destinado a empresas públicas e privadas que desenvolvam projetos e iniciativas que vão além da legislação ambiental e resultam em benefícios para a conservação do meio ambiente.

“O transporte elétrico reduz a emissão de gases poluentes, já que utiliza a chamada energia limpa. A Celesc incentiva a inserção de fontes renováveis de energia e a mobilidade elétrica, mas para torná-la uma realidade é preciso iniciar esse processo. Por isso, a Empresa vem desenvolvendo essa estrutura inicial de recarga”, explica o gerente do projeto, Marco Aurélio Gianesini.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.