Celular do prefeito de Capinzal é clonado e golpista tenta receber R$ 500 mil em transferência bancária

Capinzal – Criminosos clonaram o celular do prefeito de Capinzal, Nilvo Dorini. Na tarde desta quinta-feira (21), o golpista entrou em contato com um servidor do município utilizando o aplicativo WhatsApp com o número e a foto do gestor municipal.

O estelionatário solicitou que fosse feita a transferência de R$ 500 mil da conta do município para uma particular. O servidor estranhou a solicitação, uma vez que esse tipo de transação financeira não é utilizado envolvendo recursos públicos, e disse que não poderia fazer.

A conversa via WhatsApp durou mais de meia hora e o golpista chegou a insinuar que exoneraria o servidor caso o pedido não fosse atendido. O servidor não fez qualquer tipo de transferência. Ele foi orientado pela assessoria jurídica da Prefeitura a procurar a delegacia de polícia onde foi registrado um boletim de ocorrência.

Enquanto o golpista insistia pela transferência dos recursos, outros assessores conseguiram contato com o prefeito que estava no interior do município. Dorini informou que não havia feito qualquer contato ou pedido ao servidor.

Confira parte da conversa pelo WhatsApp entre o golpista e o servidor. Os nomes foram suprimidos por questão de segurança:

Golpista (G): A informação que eu vou te dar não era nem necessária, mas mediante a conversa. Isso é para um deputado, para uma emenda de R$ 3 mil para o Município. Preciso que seja feito agora que estamos reunidos.

Servidor (S): Onde vocês estão?

(G): ……, você vai conseguir? Ou amanhã eu indico alguém mesmo

(S): É referente a quê?

(G): Eu acabei de te explicar. Debita do Fundeb esse valor para essa conta apenas e pessoalmente conversamos.

(S): Bah

(G): Não existem motivos para esse debate e necessidade de indicar outra pessoa para a função. Vai ser concluído o que te solicitei?

(S): Qual justificativa?

(G): Pode deixar que amanhã quando apresentar empenho e nota eu com o contador apresentaremos toda a justificativa necessária.  

(S): Sem chance.

(G): Estou autorizando a transferência, amanhã apresento empenho e nota. O que é sem chance?

(S): Senhor está de brincadeira prefeito?

(G): É uma ordem, não é um pedido. Qual o problema? Já disse que amanhã apresento nota e empenho. Isso é para uma emenda para o município. Estou aguardando.

(S): Mas quem apresenta a nota é o fornecedor e não o prefeito.

(G): ……… eu vou ter que indicar alguém para o teu lugar? Ou vai ser feito o que estou solicitando? É de total responsabilidade minha.

(S): O senhor manda, esqueceu que sou efetivo.

(G): Quem está aí?

(S): Eu, ….. e …..

(G): Me manda saldo do Fundeb

(S): Um momento que vou pegar com …..

(G): Pede para ela me chamar aqui que já mando direto tudo para ela. Precisa ser agora.

(S): R$ ……

(G): Agência: 0140

       C/C: 728320

       S/net: 965003

       CPF: 311.227.428.86

       Marcos Luiz Gomes

       CNPJ: 07.046.296/0001-20

(G): Para fazer R$ 500.000,00 para essa conta. Banco Itaú, conta corrente. E me envia comprovante.

(S): Sem chance

O caso será encaminhado à Divisão de Repressão a Crimes na Internet (DRCI/DEIC) de Florianópolis que já investiga outros casos em que prefeitos da região Oeste tiveram o chip do telefone celular clonado.

Também nesta quinta-feira os prefeitos João Cidinei da Silva, de Anita Garibaldi, e Lucimar Antônio Salmoria, de Abdon Batista, também tiveram os celulares clonados.

O Golpe

De acordo com o titular da DRCI, Delegado Luiz Felipe Rosado, para que a clonagem ocorra é preciso que exista a participação de um funcionário da operadora. “Quando o chip é clonado o celular sai do ar, como se houvesse uma pane. O criminoso então passa a usar o WhatsApp como se fosse o proprietário porque todos os dados são recuperados, inclusive a foto de quem usava permanece a mesma”.

A partir daí o criminoso começa a monitorar os grupos, as conversas, para ver qual contato é o mais acessível para pedir dinheiro.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.