Chapecoense vai pedir anulação da final; Presidente do clube quer punição ao árbitro

Chapecó – A séria A do futebol catarinense de 2019 terminou com polêmica neste domingo (21), no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Imagens congeladas mostram que o lateral esquerdo Bruno Pacheco, da Chapecoense, fez gol na disputa por pênaltis na final contra o Avaí, mas o árbitro Bráulio da Silva Machado entendeu que a bola correu por fora, não por dentro, após bater na trave. O juiz de campo conversou com o VAR e resolveu apontar como cobrança desperdiçada. Após o erro, o Leão comemorou o título. Ele poderia conferir o lance no monitor, mas tomou a decisão sem utilizar o recurso do vídeo. Os jogadores, a comissão técnica e a diretoria do Verdão reclamaram muito da conduta de Bráulio da Silva Machado.

O presidente da Chape, Plínio David De Nes Filho, o Maninho, detonou a arbitragem, dizendo que não reconheceu a derrota nas penalidades e vai pedir na Justiça Desportiva a anulação da partida. Confira o que e disse em entrevista coletiva:

Nós não reconhecemos este resultado. Vamos entrar amanhã (segunda-feira, 22) com pedido de cancelamento desta partida, porque nos julgamos no direito, pela falha indecorosa desse árbitro chamado Bráulio Gomes (Bráulio da Silva Machado), que pra mim deve ser punido e afastado do futebol brasileiro, por seis meses a um ano. Este cidadão não merece o respeito da nossa comunidade de Chapecó, do Oeste catarinense e dos torcedores da Chapecoense, pela atitude que ele teve nesta noite (domingo, 21). A bola entrou, (imagem) está espalhada em todas as redes de televisão, denegrindo, então, este cidadão, a imagem do futebol catarinense. Descompromissado com a verdade e com
quilo que se deve fazer em uma final. Arbitrar sem olhar a quem. Ele não foi isso, péssima arbitragem. Não vamos nos calar diante da tamanha vergonha que tivemos em Florianópolis, embora a gente saiba qual será esse resultado. Sabemos de tudo isso. O Avaí poderia ter vencido com dignidade”.

(As informações são do Diário do Iguaçu)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.