Complexo Eólico prevê investimento de mais de R$ 1 bilhão na região

Água Doce – Mais de R$ 1 bilhão será investido no Complexo Eólico Contestado, projeto da empresa RDS Energias Renováveis que será implantado na região de Água Doce e Macieira. O anúncio foi feito pelo engenheiro Dionatas Finkler, representante da empresa, em uma visita feita nesta semana ao prefeito de Água Doce, Antônio Bissani.

O projeto prevê 12 parques, com 105 aerogeradores, com altura de 119 metros cada, que produzirão 283,5 megawatts (MW) de energia. O complexo deverá abranger uma área de 8 mil hectares, dividida entre 20 proprietários, os quais já estão com os contratos de aluguel assinados.

Durante o período de construção dos parques eólicos, estimado em 18 meses, a Prefeitura de Água Doce deverá arrecadar entre R$ 10 milhões e R$ 20 milhões através do ISS (Imposto Sobre Serviços). Já na fase operacional, serão mais R$ 6 milhões anuais por meio do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Segundo o prefeito Bissani, o início da implantação está previsto para acontecer no primeiro semestre de 2020, e a conclusão deve ocorrer em 2022.

“Essa notícia é importante porque o investimento a ser realizado por essa empresa, é bastante grande em nosso município. Destaco a vontade deles em dar início o mais rápido possível na implantação deste complexo. A Licença Ambiental já foi conseguida, restando agora o início das obras de implantação do Parque Eólico ainda este ano, ou no início do ano que vem”, disse o prefeito Antônio Bissani.

O projeto está em desenvolvimento desde 2012, tendo recebido a Licença Prévia em abril deste ano. Um dos objetivos dos empreendedores é participar do Leilão de Energia Nova A-6, que deve ser promovido pelo governo federal no próximo mês de setembro.

O prefeito reafirmou que para o início das obras e posteriormente um grande número de pessoas deverá ser contratado. “Eles irão precisar de centenas de pessoas para os trabalhos a serem realizados neste Complexo Eólico. O investimento total deve ultrapassar R$ 1 bilhão, porque neste mesmo local também será instalado por essa mesma empresa, um Parque de Energia Solar com a utilização de aproximadamente 15 mil placas”, falou otimista o prefeito.

O empreendimento está inserido numa região favorável à geração de energia a partir das forças dos ventos. Água Doce já conta com 109 aerogeradores em funcionamento, produzindo energia renovável equivalente ao consumo de uma cidade com 500 mil habitantes. O novo complexo, depois de concluído, poderá produzir energia para mais de 1 milhão de pessoas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.