Comportas de usina são fechadas para ajudar nas buscas a estudante no Rio Uruguai

Foto: Corpo de Bombeiros

Itapiranga – As comportas da Usina do Foz do Chapecó foram fechadas na manhã desta sexta-feira (8), medida adotada para ajudar as equipes que trabalham nas buscas pelo estudante Andrei Franchini, de 19 anos, desaparecido desde a quarta-feira (6), quando a embarcação onde ele estava afundou nas águas do Rio Uruguai, em Itapiranga.

De acordo com o capitão Diogo Bataglin, do Corpo de Bombeiros, as buscas foram retomadas nesta sexta-feira (8) e cerca de 25 profissionais trabalham no local. Segundo ele, à tarde a equipe do SaerFron deve retornar à região para novos sobrevoos.

“No dia de hoje temos um visual diferente, tendo em vista o fechamento das comportas da usina do Foz do Chapecó, que está resultando na baixa do nível do rio em Itapiranga”, explicou Bataglin. Ele destacou que o rio deve continuar baixando até por volta das 16h desta sexta.

Essa redução no nível do rio vai ajudar a visualizar trechos que antes estavam encobertos pela água. Mas o capitão reforça que também exigirá mais cuidado e atenção das equipes, devido a profundidade do rio que é bastante variável.

Relembre

O estudante de agronomia, Andrei Franchini, desapareceu depois que a embarcação que fazia a travessia dele e de outras 13 pessoas afundou no Rio Uruguai em Itapiranga. Os demais ocupantes conseguiram nadar até a margem, mas o rapaz não foi mais visto.

Desde a notícia do naufrágio, equipes dos Bombeiros de SC e RS, Marinha e o helicóptero do SaerFron fazem buscas pelo rapaz. (Com informações Diário do Iguaçu)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.