Condenado por destruir casa de vereador em Capinzal é preso pela PM de Piratuba

Homem foi condenado à pena de 4 anos e 8 meses de prisão (Foto - Rádio Capinzal/Arquivo)

Piratuba – A Polícia Militar (PM) de Piratuba prendeu um homem com mandado judicial em aberto. A ação ocorreu na tarde desta sexta-feira (17). A PM realizava blitz no trevo de acesso à Usina Hidrelétrica Machadinho, próximo ao Posto Wunder.

A fiscalização policial teve por objetivo coibir tráfico de drogas e armas, contrabando e buscas de pessoas com mandados de prisão realizando abordagens a carros, caminhões e ônibus.

Por volta das 15h foi parado um ônibus que trafegava de Capinzal para Marcelino Ramos/RS onde foi encontrado um homem de iniciais F.B., 59 anos, que tinha conta si um mandado de prisão expedido pela Justiça da comarca de Capinzal.

Assim que foi identificado e constatada a situação ele foi conduzido à delegacia de polícia de Piratuba. O mandado de prisão refere-se ao crime do artigo 250 do Código Penal (Causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem). O fato ocorreu na madrugada do dia 23 de fevereiro de 2013, por volta das 3h30min na rua Valdemar José da Silva, Loteamento Parizotto em Capinzal. O fogo atingiu o imóvel de propriedade do então suplente e atual vereador Valmor de Vargas, localizado no Loteamento Parizotto em Capinzal.

O réu, natural de Viadutos/RS, segundo a Justiça teria provocado o incêndio na casa onde morava com a ex-companheira e um menor de idade. O homem, morador de Linha Uruguai, interior de Piratuba, foi foi apontado pela Polícia Civil como o principal suspeito, sendo posteriormente denunciado pelo Ministério Público e em sentença definitiva proferida no dia 21 de fevereiro pelo juiz Daniel Radunz foi condenado à pena de 04 anos e 08 meses de reclusão no regime inicial fechado.

A residência em madeira media o 64 metros quadrados foi destruída pelo fogo. O imóvel era alugado. Não havia ninguém na casa no momento do sinistro. O casal estava trabalhando e o filho na residência de familiares.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou ao local o fogo já havia destruído todo imóvel. Foram utilizados nove mil litros de água para controlar as chamas e evitar que o fogo atingisse as residências vizinhas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.