Condenado por dirigir embriagado e sem CNH apela ao TJSC

Capinzal – A Justiça da comarca de Capinzal condenou um homem à pena de um ano de detenção, em regime inicialmente aberto, e ao pagamento de 20 dias-multa, por crimes de trânsito. Ao réu foi substituída a pena privativa de liberdade por restritiva de direitos.

A defesa ingressou com recurso de apelação ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina. O réu reside em Piratuba.

Na noite do dia 26 de outubro de 2014, por volta das 20 horas, a Polícia Militar de Capinzal apreendeu o veículo Fusca com placas de Zortéa-SC transitando contramão na rua XV de Novembro, centro da cidade.

Ao abordar o veículo a PM constatou que o condutor, então com 26 anos, estava em visível estado de embriaguez e não possuía CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, o qual resultou 1,21 mg/l.

Eleoi preso em flagrante, pagou fiança e foi liberado. Respondeu ao processo por crime de trânsito e agora foi condenado. A defesa pede a reforma da sentença.

Foi a segunda vez que o mesmo condutor foi detido por dirigir sob influência de álcool. A primeira vez tinha sido há aproximadamente três meses antes em Piratuba.

Foto: Arquivo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.