Coordenadora do Procon de Capinzal esclarece dúvidas quanto a atraso de boletos

Em meio à pandemia do novo Coronavírus e com as medidas de restrição que impedem que diversos comércios abram suas portas, uma dúvida assola a toda a população, o atraso de pagamento ou recebimento de boletos. Por este motivo o Procon de Capinzal esclarece essas dúvidas.

De acordo com a responsável pelo posto de atendimento do Procon em Capinzal, Marisete da Motta, a orientação geral é que nenhum boleto, seja ele de banco ou lojas, que tenham vencido durante o período de quarentena, sofram acréscimos de juros e multas, já que as agências bancárias e lotéricas estavam impedidas de atender no estado.

Já as prestações de veículos e financiamentos de casas, deverão ser tratadas diretamente com as agências responsáveis cobrança, pois, poderão ser prorrogados por um período de 60 dias ou mais, desde que estejam com o seu pagamento em dia.

Na questão de protesto de títulos, muitos bancos acabaram cancelando o envio destas pendências aos cartórios, porém, alguns casos acabaram sendo registrados, e estes deverão ser resolvidos entre as próprias partes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.