Coronavírus: secretaria libera funcionamento de consultórios e clínicas para atender gestantes em SC

Estado – Em ajuste no decreto que entrou em vigor nesta quarta-feira (25) em Santa Catarina com novos sete dias de restrições por conta do novo coronavírus, a secretaria de Saúde incluiu como serviços privados essenciais os estabelecimentos que atendem gestantes. Por isso, podem funcionar as clínicas, consultórios e os ambulatórios que atendem as mulheres grávidas no Estado.

A portaria assinada pelos secretário de Saúde, Helton de Souza Zeferino, levou em consideração os casos omissos e situações especiais que não estavam dentro do decreto inicialmente. O mesmo ajuste foi feito em relação às lojas de materiais de construção. Neste caso, porém, elas somente podem funcionar para atender as demandas das obras públicas que serão retomadas em SC e no formato de delivery.

Tanto no caso das clínicas para gestantes como nas lojas de atendimento à construção civil, o prazo da portaria é de sete dias a conta desta quarta-feira (25).

Moisés fala em retomada

Em coletiva de imprensa, o governador Carlos Moisés da Silva, afirmou que as portas dos estabelecimentos que vão atender as obras públicas (lojas de materiais de construção, por exemplo) devem permanecer fechadas. A venda precisa ser feita apenas por delivery:

– É a segunda semana de restrição, mas estamos negociando com os setores, com todas as categorias, recebendo propostas e vamos encaminhar e olhar para frente para sair desta situação com segurança. O objetivo agora não é a inanição total, mas que as atividades convivam com vírus. (Anderson Silva/NSC)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.