Corpos de haitianas mortas em acidente na BR-282 são sepultados

Acidente em Pinhalzinho matou quatro pessoas na BR-282 (Fotos: Samu)

Concórdia – Depois de quase 50 dias de espera, foram sepultados na manhã desta segunda-feira, dia 27, os corpos das duas imigrantes haitianas, mortas em acidente de trânsito no início de dezembro. A Cerimônia de Despedida aconteceu no Cemitério Parque Concórdia, em duas gavetas mortuárias disponibilizadas pela Administração Municipal.

O translado de Chapecó, onde os corpos de mãe e filha estavam no IML, até Concórdia, foi feito por uma funerária e os custos foram disponibilizados através do Auxílio Funeral de Concórdia.

O impasse que originou essa longa espera para o sepultamento teve origem de ordem burocrática. A falta de parentes de primeiro grau no Brasil para que fosse feito o reconhecimento das vítimas no IML em Chapecó, e a ausência de recursos para providenciar o translado e funeral das vítimas, fez com que o enterro de mãe e filha acontecesse somente agora.

Duas gavetas mortuárias foram disponibilizadas pela Administração Municipal (Foto: Divulgação)

O acidente

 

As vítimas estavam em um veículo Golf, com placas de Itá, que saiu da pista, capotou, colidiu em árvores e desceu um barranco. Além delas, também estavam no veículo o motorista e mais uma mulher, ambos também haitianos, que também morreram, mas já foram sepultados.

Eles moravam e trabalhavam em Concórdia e estavam indo para a Delegacia da Polícia Federal de Dionísio Cerqueira para ver a documentação. No carro também estava um adolescente, de 16 anos, único sobrevivente, que ficou gravemente ferido. (Com informações da Rádio Aliança)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.