Custos de produção de suínos e frangos de corte tiveram queda em fevereiro

Os custos de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (embrapa.br/suinos-e-aves/cias) tiveram queda no segundo mês de 2019. O ICPSuíno baixou 0,85%, fechando fevereiro em 219,08 pontos, o menor valor dos últimos 12 meses. No ano, o índice de custo de produção de suínos acumula -0,18% e alta de 5,86% nos últimos 12 meses.

A queda do ICPSuíno foi garantida com a redução dos gastos com nutrição (-0,91%). O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina caiu de R$ 3,86 em janeiro para R$ 3,83 em fevereiro (o menor valor desde março de 2018).

Já o ICPFrango teve uma variação de -0,71% em fevereiro, fechando o mês em 216,29 pontos. No ano, o índice de custo de produção de frangos de corte acumula -0,81% e alta de 8,35% nos últimos 12 meses.

O custo de produção do quilo do frango de corte vivo caiu de R$ 2,82 em janeiro para R$ 2,79 em fevereiro no Paraná, valor calculado a partir dos resultados em aviário tipo climatizado em pressão positiva.

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. Santa Catarina e Paraná são usados como estados referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente.

(Fonte: Lucas Scherer Cardoso/Ascom/Embrapa)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.