Dallagnol pode sair da Lava Jato e combater narcotráfico

Rio de Janeiro - Procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, fala no Congresso da Associação Brasileira de Private Equity & Venture Capital (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aceitou um pedido da senadora Kátia Abreu (PDT-TO) e deve afastar o procurador da República Deltan Dallagnol do comando da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Em seu pedido, a senadora alega que a intenção com o afastamento é “proteger” a Operação Lava Jato. Ela também citou a tentativa do procurador em tentar criar um fundo para gerir o dinheiro recuperado com a Lava Jato.

Dado como certo, o afastamento de Deltan pode também abrir brecha para que o procurador-geral da República, Augusto Aras, o convide para comandar uma força-tarefa de combate ao narcotráfico, fora de Curitiba.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.