Defesa entra com recurso em favor de acusado de tripla tentativa de homicídio em Zortéa

Zortéa – A defesa do agricultor Claudir Bernardi – pronunciado pela Justiça da Comarca de Campos Novos para ser julgado pelo Tribunal Popular do Júri -, entrou com recurso junto ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

A defesa não concorda com a decisão de primeira instância que quer levar a júri o réu acusado de três tentativas de homicídio em Zortéa, sendo duas simples e uma qualificada. A sentença foi proferida nesta segunda-feira (12). O crime ocorreu no dia 11 de fevereiro de 2012 na área central de Zortéa.

Claudir Bernardi, natural de Capinzal, 41 anos, é acusado de tentar matar a tiro Ederson Luiz Cassaniga. O magistrado entendeu que Davson Luiz Colle e Everton Augusto Cassaniga também foram vítimas de tentativa de homicídio, mesmo não sendo feridos.

Na pronúncia a Justiça concedeu ao réu o direito de recorrer da sentença em liberdade, pelo fato de não haver motivos para a prisão preventiva.

O crime ocorreu por volta das 20h15 na esquina das ruas Guilherme Brancher e Antônio Zortéa Primo, próximo à rótula. Ederson Luiz Cassaniga, então com 23 anos, foi ferido com um tiro de revólver no abdômen. A vítima foi socorrida pelos bombeiros e encaminhada ao Hospital Nossa Senhora das Dores de Capinzal, posteriormente foi transferida para ao Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba.

O suspeito pelos disparos, Claudir Bernardi, conhecido pelo apelido “Meneguinho” foi preso na casa onde morava. De acordo com a polícia foram disparados pelos menos 12 tiros. Policiais militares de Zortéa e de Capinzal foram solicitados ao local.

No dia 24 de abril do mesmo ano, a Polícia Civil realizou a reconstituição da tentativa de homicídio. O trabalho foi solicitado pelo Ministério Público de Campos Novos e coordenado pelo delegado Lucas Fernandes Rosa.

O julgamento do recurso que caberá ao TJSC deverá ser feito nos próximos dias.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.