Delegada fala sobre morte de idosa na Vila Sete de Julho

A delegada de Joaçaba, Fernanda Gehlen da Silva, que estava de plantão na noite desta quarta-feira, dia 08, informou que a unidade de plantão juntamente com a equipe de investigação recebeu o chamado por volta das 23h15min, se deslocaram ao local e através de uma análise preliminar, perceberam algumas perfurações de faca na região do pescoço, o que possivelmente tenha provocado à morte da vítima. O laudo pericial deverá comprovar a causa da morte.

Fernanda ressalta que o namorado que encontrou o corpo da vítima prestou depoimento. Ele informou que passou à tarde com Rosina e quando retornou a casa à noite, encontrou a mulher sem vida sobre a cama. “A partir das informações que foram colhidas no local estão sendo dados os prosseguimentos as investigações para que possa ser definido se trata-se de um crime patrimonial ou um homicídio. Também está se buscando elementos para identificação do autor desse crime bastante violento”, destacou a delegada.

Vizinhos da vítima estão assustados com esse crime violento e tristes pela morte da mulher que morava há muitos anos naquele local. De acordo com informações confirmadas pela polícia, a casa da vítima estaria trancada, sendo que a chave da cozinha teria sido levada enquanto a chave da sala estaria na fechadura pelo lado de dentro. As lâmpadas do imóvel estavam desroscadas e o dinheiro que a vítima tinha na bolsa teria sido levado pelo assassino. Ainda segundo as informações, o corpo da mulher estava semidespido. O corpo de Rosina Dalapria será velado no Centro Comunitário da Vila Sete de Julho. A informação repassada pela funerária é que o corpo deverá ser liberado pelo IML a partir das 15 horas.

Relatório da PM sobre o ocorrido:
Capinzal – Uma idosa foi encontrada morta na noite desta quarta-feira (08) na Vila Sete de Julho em Capinzal. A ocorrência foi por volta das 23h15min na rua Francisco de Assis Almeida. Segundo as informações, no local a Polícia Militar encontrou o corpo de Rosina Dalapria, 60 anos, que estava sobre a cama com ferimentos no pescoço, possivelmente provocados por faca. A suspeita é que ela tenha sido agredida na cozinha e arrastada até o quarto.
Um homem, de 54 anos, que seria o namorado dela, estava no local. Ele disse aos policiais que encontrou a mulher sem vida. A área foi isolada, acionada a Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias (IGP) de Campos Novos, que fez o levantamento dos dados e removeu o corpo ao IML de Joaçaba.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.