Deputados estaduais do PSB mantêm mandatos

Foto: Agência Alesc/Arquivo

Em decisão proferida na noite de quinta-feira (17), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SC) decidiu, por unanimidade, manter os mandatos dos deputados estaduais Bruno Souza e Nazareno Martins. A cassação de ambos havia sido solicitada pela direção nacional do PSB e pelos suplentes Cleiton Salvaro e Patrício Destro – sob a acusação de infidelidade partidária.

No julgamento, os juízes eleitorais entenderam que a carta autorizando a desfiliação de Bruno, expedida pela antiga executiva estadual do PSB, era válida. Assim, decidiram pela manutenção de seu mandato. Já na ação contra Nazareno, os magistrados consideraram que sem o pedido de desfiliação do parlamentar, não haveria motivos para a ação por infidelidade partidária.

O atual presidente estadual do PSB, Adir Gentil, disse que vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em relação à decisão envolvendo o deputado Bruno Souza, enquanto deve estudar o caso do deputado Nazareno Martins. “Sempre estive muito seguro de ter feito tudo dentro da lei. Foi uma tentativa frustrada de atrapalhar um trabalho sério”, comentou Bruno.

O caso remonta a uma briga entre a antiga executiva estadual e a direção nacional do PSB, que entrou com o processo de cassação em maio. Bruno Souza pediu sua desfiliação em fevereiro, alegando que tinha uma carta do então presidente estadual, Ronaldo Freire, autorizando sua saída sem prejuízos. A direção nacional alegou que houve fraude no processo de desfiliação.

Já o caso de Nazareno Martins é diferente. No mês de abril, o nome do parlamentar também apareceu como desfiliado do PSB. Porém, o deputado alegou que nunca solicitou sua saída do partido. O comando estadual alegou um erro do sistema e Nazareno foi novamente filiado à legenda. Mesmo assim, a direção nacional manteve o pedido de cassação de seu mandato. (Informações Diário do Iguaçu)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.