Dicas aos consumidores na hora de adquirir produto em períodos de altas temperaturas

As altas temperaturas e a umidade típica do verão exigem alguns cuidados extras na hora de comprar e armazenar os alimentos. A atenção deve ser redobrada desde a seleção dos itens no mercado até o consumo.

No momento da compra, além de conferir o prazo de validade dos produtos, é necessário ficar de olho na temperatura e na armazenagem, assim como, seu estado de conservação. Os produtos de origem animal como queijos, presuntos, salames e carnes são os que exigem maior atenção, pois são produtos perecíveis, ou seja, produtos passíveis de deterioração ou composição que exige condições especiais de temperatura e/ou arejamento para manutenção de suas características orgânicas, esses por sua vez possuem prazo de validade menor.

Alimentos refrigerados

Outro cuidado importante é com os alimentos congelados ou resfriados. O consumidor deve ficar atento no momento da compra, observar as informações presentes nas embalagens sob a forma de conservação dos mesmos, por exemplo:

Se o produto é congelado, este necessita estar congelado, seguindo as orientações da empresa produtora. O mesmo acontece com os produtos refrigerados; se os produtos estiverem contrariando essas informações, não estarão próprios para o consumo humano.

Procure escolher os alimentos congelados e resfriados no final da compra, pois eles não devem ficar muito tempo expostos à temperatura ambiente. Evite que o tempo gasto entre a compra e a colocação na geladeira ou no freezer ultrapasse uma hora.

Caso o consumidor perceba algum problema durante ou após a compra, o procedimento correto é procurar o gerente do estabelecimento e solicitar a troca do produto.

O consumidor também pode reclamar sempre que adquirir um produto impróprio para o consumo, com prazo de validade vencido ou que apresente sabor, cheiro ou aparência diferentes do normal. A denúncia pode ser formalizada na Vigilância Sanitária Municipal pelo telefone 3555-8718.

No caso de consumir o alimento contaminado e se intoxicar, procure imediatamente um médico e a Vigilância Epidemiológica para comunicar o ocorrido junto a unidade de saúde central do município.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here