Dorini se reúne com representantes da Caixa Econômica Federal na gerência regional de Chapecó

Capinzal – O prefeito Nilvo Dorini esteve reunido nesta sexta-feira (08) com representantes da gerência regional de Habitação da Caixa Econômica Federal (CEF) em Chapecó. Acompanhado do secretário de Infraestrutura, Sandro Toaldo, e da equipe técnica da prefeitura, sendo os setores de engenharia e planejamento, Dorini tratou sobre importantes projetos para o município.

Pela manhã a reunião na gerência de Habitação tratou sobre as obras que estão sendo executadas no Loteamento Nova Capinzal, sendo a execução do sistema de esgoto sanitário externo cujo processo licitatório está previsto para ser aberto no próximo dia 25 de junho.  Quanto ao trabalho técnico social já teve a licitação aberta e está com o processo em fase de finalização, bem como a rede de esgoto interna, cujo processo licitatório foi aberto nesta terça-feira (05) e atualmente está nos prazos recursais. Sobre a pavimentação interna do loteamento o valor orçado é de mais de R$ 2 milhões. A licitação para essa obra será aberta no próximo dia 22 de junho.

Também estiveram na conversação representantes da empresa Sertrex, credenciada para a realização e construção das unidades habitacionais. No Loteamento Nova Capinzal estão edificadas quase a totalidade das Unidades habitacionais que são 162 unidades, Dorini ainda entregou os cadastros atualizados das famílias de baixa renda que residem em áreas de risco, áreas verdes e invasões que serão realocadas para o Loteamento Nova Capinzal.

À tarde o prefeito esteve reunido com a gerência de governo da CEF para discutir sobre o Programa “Avançar Cidades – Mobilidade Urbana”. O município fez a inscrição em novembro do ano passado e foi pré-selecionado no grupo 1 onde fazem parte municípios com até 250 mil habitantes. Os recursos são captados através do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

O primeiro passo foi a apresentação dos projetos pelos municípios pré-selecionados nesse grupo, que abrange cidades com população entre 20 mil e 60 mil habitantes que podem solicitar de R$ 1 milhão a R$ 15 milhões. Capinzal solicita R$ 8 milhões. O programa visa à pavimentação de vias e acessibilidade nas calçadas. O projeto de engenharia já passou por uma primeira análise do setor de engenharia da Caixa e nesta reunião a participação da equipe técnica da Associação dos Municípios do Meio-Oeste Catarinense (AMMOC) esteve presente a fim de esclarecer dúvidas quanto aos aspectos técnicos e questionamentos da caixa.

As ruas que constam no projeto para serem pavimentadas são: José Zortéa, Pedro Paggi na área central, a Rua Antônio Pizzamiglio, localizada no Loteamento Verdes Campos, rua esta do Centro de Educação Infantil em fase de construção, além da Rua Betino Antunes Correa localizada no Bairro São Cristóvão em frente ao campo de futebol, e Oracilio de Vargas na Vila Sete de Julho.

As ruas José Zortéa e Pedro Paggi dão acesso ao Contorno Viário entre Capinzal e a pavimentação vai permitir que o município tenha rotas alternativas para desafogar o fluxo de veículos na área central da cidade.

O prefeito ainda entregou na gerência de governo da Caixa documentação referente às propostas de emendas parlamentares que tiveram suas propostas de trabalho aprovadas e empenhadas, são seis até o momento, quatro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e duas do Ministério das Cidades. O município conta ainda com duas propostas na Secretaria Especial do Desenvolvimento Agrário e uma do Ministério do Turismo que tramitam junto ao Governo Federal.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.