Educação lança iniciação em inovação e tecnologia para alunos da rede pública em SC

Estado – O Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação, assinou na segunda-feira, 2 de dezembro, o termo de convênio que implementa o EDUtec, um programa de qualificação para inovação e tecnologia. A iniciativa em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) e com a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) oferta, a partir de 2020, até 500 vagas em cursos gratuitos para alunos da rede estadual de ensino. A assinatura do convênio foi realizada durante o lançamento do Nidus, programa de Inovação Aberta do Governo do Estado de Santa Catarina, na sede da ACATE, em Florianópolis.

“Estimular a inovação a partir da Educação é fazer um investimento em emprego e renda para o nosso Estado” pontuou o governador Carlos Moisés, durante o ato.

Os cursos irão oferecer 30 vagas por região, em 15 municípios catarinenses que contam com Centros de Inovação do Governo do Estado de Santa Catarina ou com polos de desenvolvimento regional da ACATE.

Dentro da parceria, a associação disponibiliza o seu mapeamento de perfis profissionais mais demandados pelo setor em cada região do Estado, direcionando os temas dos cursos que serão oferecidos nas dependências das escolas estaduais. Os primeiros municípios a receberem o programa servirão como pilotos para a ampliação da parceria, até 2022, e as escolas que receberão os cursos serão definidas pela SED até o início do ano letivo de 2020.

“Viemos trabalhando ao longo deste ano para concretizar, com a SDE e a ACATE, esta parceria que prepara nossos jovens do Ensino Médio para o mundo do trabalho e da tecnologia da informação, oferecendo-lhes motivação para permanecerem na escola, para que eles se sintam pertencentes e que se prepararem para as oportunidades nesta área”.

Cursos no contraturno trarão competências socioemocionais e programação

Os cursos do EDUtec serão ministrados no contraturno escolar e dividem-se em dois módulos. O primeiro trata das competências socioemocionais (softskills) dos profissionais de tecnologia, segundo as dez habilidades esperadas dos profissionais do futuro, difundidas pelo Fórum Econômico Mundial. O segundo módulo inclui a parte eletiva, em que os alunos escolhem a linguagem de programação ou a área de atuação para se qualificarem, de acordo as demandas profissionais regionais.

A SED dará apoio à execução dos cursos no ambiente escolar e avalizar os conteúdos. A SDE é responsável pela articulação entre os atores da inovação e da tecnologia nas regiões do Estado e pelo acompanhamento do projeto para novas parcerias. O secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, destacou que o setor de tecnologia, que mais cresce atualmente no Estado, necessita de profissionais qualificados para continuar se desenvolvendo.

“Programas para preparar os novos talentos para este segmento agora serão uma realidade na Educação do Estado. Em cada polo de inovação que está se instalando em Santa Catarina será uma base de apoio para as escolas e a Associação Catarinense de Tecnologia, fomentando esse trabalho de instrução e formação do aluno. Estamos ingressando no futuro”.

ACATE reforça novas competências para o futuro

De acordo com o presidente da ACATE, Daniel Leipinitz, um dos indicadores de sucesso do programa será a inclusão do jovem no mundo do trabalho.

“Trabalhamos com uma perspectiva de urgência no setor. Precisamos formar e capacitar nossas crianças e adolescentes, nesta nova onda mundial que muda todo o contexto das profissões. Evolução, tecnológica, robôs e inteligência artificial são assuntos que já fazem parte da nossa realidade, em que as pessoas devem desenvolver novas competências para lidar com este universo. Isto não se aplica somente a quem gosta de Matemática, mas a todas as disciplinas, que, integradas, vão gerar soluções melhores para os problemas da nossa sociedade.”

As cidades selecionadas para o EDUtec

1. São Miguel do Oeste
2. Joinville
3. Jaraguá do Sul
4. São Bento do Sul
5. Blumenau
6. Itajaí
7. Brusque
8. Criciúma
9. Tubarão
10. Joaçaba
11. Lages
12. Chapecó
13. Rio do Sul
14. Palhoça
15. Balneário Camboriú

Softskills: as 10 habilidades esperadas dos profissionais do futuro segundo o Fórum Econômico Mundial

1. Pensamento crítico
2. Criatividade
3. Gestão de pessoas e liderança
4. Resolução de problemas complexos
5. Trabalho em equipe
6. Inteligência emocional
7. Capacidade de julgamento e tomada de decisões
8. Orientação para serviços
9. Negociação
10. Flexibilidade cognitiva

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.