Em 10 dias, 358 ocorrências de queimadas foram registradas em SC

Em 10 dias, Santa Catarina registrou 358 ocorrências de queimadas, segundo o Corpo de Bombeiros Militares. A estiagem prolongada e a prática irregular de atear fogo em terrenos tem corroborado com a situação.

De 1º de janeiro até 12 de agosto, foram 1.655 atendimentos feitos pelos bombeiros. Até 21 de agosto, o acumulado do ano chegou a 2.023 incêndios.

Conforme o tenente-coronel Jefferson de Souza, o número de ocorrências é considerado alto e é propiciado pela baixa incidência dos índices pluviométricos (chuva), bem como a baixa umidade do ar. “Mas nossos dados dão conta que mais de 90% das ocorrências têm causa humana. Pela ação ou omissão”, explica o coronel.

Regiões

Por região, levando em conta os batalhões de atendimento, o Oeste tem o maior número de ocorrências. Juntos, os bombeiros de Chapecó, Joaçaba, São Miguel do Oeste e Xanxerê atenderam 618 chamadas de incêndio.

“Sabemos que é muito comum em pequenas propriedades o agricultor fazer a limpeza de pastagem e a extinção de pragas com o fogo. Ou até incendiar lixo em terreno de vegetação. Daí ocorre a perda de controle”, explica o coronel.

Ainda no Oeste está a unidade do Corpo de Bombeiros que mais registrou atendimentos no estado, o 14º BBM, com sede em Xanxerê e 263 atendimentos. Depois, o batalhão que atende parte do Sul do estado, com sede em Criciúma, registrou 258 queimadas no período.

“Na região Sul nós temos muita área de reflorestamento e cultivo, como em Sombrio, Araranguá, e Nova Veneza, e temos uma característica de turfa, que também ocorre na vegetação litorânea, em que o fogo se alastra muito rápido”, explica.

Outras consequências

O tenente-coronel ainda destaca outros impactos que as queimadas causam. Além do impacto no meio ambiente e na saúde, em eventuais limpezas de terrenos pessoas ficam feridas com o fogo ou podem danificar imóveis próximos. Até mesmo o trânsito pode ser prejudicado pela fumaça.

No dia 12 de agosto, em Vargeão, no sul catarinense, uma queimada às margens da BR-282 pode ter propiciado um acidente envolvendo um caminhão e um carro. A carreta chegou a sair da pista. Os condutores tiveram ferimentos leves.

“Os bombeiros na região constataram que a queimada com fumaça intensa na rodovia pode ter colaborado para o acidente”, completa o tenente-coronel.

Estiagem

Segundo boletim da Epagri/Ciram desta sexta-feira, 15 estações hidrológicas do estado estão em condição de estiagem.

Estão em situação de emergência mananciais e foz em Meleiro, Palhoça, Alfredo Wagner, Chapadão do Lageado, São João Batista, São Martinho, Concórdia e Camboriú. Outros sete mananciais estão em alerta hidrológico.

Veja a relação de cidades com mais incêndios em 2019

– Florianópolis
– Curitibanos
– Videira
– Santa Cecília
– Campos Novos
– Blumenau
– Criciúma
– Araranguá
– Içara
– Lages
– São Joaquim
– Itajaí
– Penha
– Tubarão
– Imbituba
– Garopaba
– Mafra
– Canoinhas
– Papanduva
– Monte Castelo
– São José
– Palhoça
– Governador Celso Ramos
– Catanduvas
– Herval d’Oeste
– Joaçaba
– Palma Sola
– São Miguel d’Oeste
– Dionísio Cerqueira
– Itapema
– Balneário Camboriú
– Bombinhas
– Tijucas
– Chapecó
– Xanxerê
– Abelardo Luz
– São Lourenço do Oeste

Fonte: G1/SC

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.