Emyli passa pela 3ª cirurgia, estado de saúde piora e boletim aponta que batimentos cardíacos são instáveis

Florianópolis – Novo boletim médico divulgado na manhã deste sábado (04) pelo Hospital Infantil Joana de Gusmão em Florianópolis aponta que os batimentos cardíacos da menina Emyli de Oliveira, 2 anos, são instáveis. A criança passou pela terceira cirurgia nesta sexta-feira. Ela estaria apresentado bastante inchaço na região abdominal. Conforme as informações do hospital, exceto o coração, os demais órgãos da menina estão temporariamente paralisados. Ela está na UTI e sobrevive com a ajuda de aparelhos.

O capinzalense Airton Costa, que mora em Florianópolis, prestou auxílio ao casal nas últimas horas. Ele ajudou com doações para o pai e a mãe de Emyli que foram à capital somente com as roupas do corpo. A assistência social do hospital também providenciou algumas coisas para ambos.

As outras duas cirurgias foram realizadas na quinta-feira, uma pela manhã e outra à noite. Na noite de quarta os rins da criança apresentaram comprometimento. Os pais da menina, Leonardo e Maiara, acompanham a internação da filha na capital do estado. Emyli teve 90% do corpo queimado em incêndio na manhã da última terça-feira (28) em Lacerdópolis.

Emyli foi transferida de avião na noite de quarta de Joaçaba para Florianópolis. Logo após o incêndio ela foi socorrida pelo SAMU e levada à UTI do Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) onde aguardou vaga em hospital pediátrico.

O incêndio ocorreu por volta das 8h30min em uma residência na rua da Liberdade, no centro de Lacerdópolis. O fogo começou, segundo perícia do IGP, após sobrecarga na fiação que estava encostada no colchão do quarto onde a menina dormia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.