Ex-prefeito de Tangará tem bens indisponibilizados

Tangará – O juiz de direito da Comarca de Tangará, Flávio Luís Dell’Antônio, decretou a indisponibilidade dos bens e bloqueio das contas do ex-prefeito de Tangará Robens Rech, até o valor de R$ 332 mil.  Na decisão, proferida no último dia 9 de março, o magistrado acolheu o pedido do Ministério Público, que ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa.

O esquema envolvia pagamentos de propina e direcionamento das licitações. Em alguns dos casos investigados, conforme o modelo da máquina a ser comprada, independente de que empresas fossem candidatas à venda, a Empresa Pavimáquinas Comércio de Peças e Serviços LTDA era sempre a vencedora.

Quanto ao superfaturamento das máquinas, apurou-se que as irregularidades aconteciam através de fraudes nos valores de venda do maquinário, sendo que esses eram alterados e o que era pago a mais era repassado ao então prefeito de Tangará, Robens Rech.

O esquema aconteceu entre 4 e 26 de março de 2010, e entre os meses de janeiro e fevereiro de 2012. À época, o maquinário foi adquirido pelo valor de R$ 225 mil, enquanto o preço médio de marcado variava entre R$ 195 mil a R$ 207 mil.

“O dano ao erário é de pelo menos R$ 83.000,00 (oitenta e três mil reais), e, somando-se o valor do dano, com a multa civil a ser aplicada em eventual condenação, e com eventual dano moral difuso a ser fixado, totalizando o valor de R$ 332.000,00 (trezentos e trinta e dois mil reais)”, apontou o Ministério Público.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.