Família reconhece corpo encontrado em mala como sendo de mulher desaparecida

Erechim – Familiares confirmaram a Polícia Civil que o corpo encontrado esquartejado dentro de uma mala em um terreno baldio no bairro Linho em Erechim é de Vanderleia Rodrigues, de 29 anos. A mulher estava desaparecida há cerca de quatro meses. Mas, segundo, a polícia somente um exame de DNA poderá confirmar a identidade do cadáver que já estava em avançado estado de decomposição.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), Gustavo Ceccon, familiares identificaram o corpo através de roupas. “Essa mulher estava desaparecida há cerca de quatro meses, mas a família só registrou a ocorrência há uma semana porque ela costumeiramente saída de casa por longos períodos. Na mala encontramos apenas ossos e roupas que seriam de Vanderleia conforme relatos da família. Porém, a confirmação só será possível através do exame de DNA e do laudo de necropsia”, explica o delegado.

A polícia trabalha agora para elucidar as causas desse crime bárbaro. “Pelo avançado estado de decomposição o crime deve ter acontecido há pelo menos dois meses. Não descartamos que o fato tenha ligação com o tráfico de drogas ou relação com conflitos entre facções criminosas pela disputa de pontos de tráfico em bairros da cidade”, destaca Ceccon. (Atmosfera Online)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.