Governo do estado vai pagar mais de R$ 3 milhões para empresa fiscalizar obras na SC-467 entre Ouro e Jaborá

Ouro – Mais de R$ 3 milhões. Esse é o valor que o governo do estado vai pagar para uma empresa fazer a fiscalização das obras de pavimentação da SC-467 entre Ouro e Jaborá. O valor, conforme contrato firmado entre o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) e a empresa Sotepa (Sociedade Técnica de Estudos, Projetos e Assessoria) foi homologado após processo licitatório, cujo montante previsto é de R$ 3.362.000,00.

A minuta do contrato aponta a escolha de empresa de consultoria para execução de serviços de coordenação, supervisão, controle e de subsídios à fiscalização de obras dos trabalhos rodoviários de reabilitação ou restauração com a execução de terraplenagem, pavimentação asfáltica, drenagem, obras de arte correntes, sinalização, obras complementares, obras de contenção, serviços diversos e meio ambiente na rodovia SC-467, trecho: Jaborá – Ouro, Contorno de Jaborá e Acesso a Santa Helena, numa extensão de 33,620 km.

Além dos R$ 3 milhões para a fiscalização da obra, serão gastos mais R$ 41. 393.720,55 para a retomada das obras de pavimentação do trecho por parte da empresa Triunfo S/A. O Deinfra também autorizou a celebração de contrato para execução em lote único no trecho que compreende o entroncamento da SC-150 (Ouro) até Jaborá passando pelo Distrito de Santa Helena com extensão de 33,620 km.

Agora, é aguardada a assinatura da ordem de serviço, uma vez que havia contestação nas propostas, o que atrasou a definição e homologação do resultado. Conforme a licitação o prazo de conclusão é de 540 dias. O contrato com a empresa Elevolution Engenharia S/A do Brasil foi rescindido pelo governo do estado em julho de 2016, após a empresa deixar de cumprir obrigações importantes consignadas no documento. A obra de pavimentação da SC-467 iniciou em 2013 e segundo o governo do estado 50% dos serviços já foram executados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.