Homem é condenado a 9 anos de prisão por feminicídio em Catanduvas

Em júri popular realizado na última sexta-feira (25) no fórum da Comarca de Catanduvas o réu Adão Ferreira de Almeida, 50 anos, foi condenado pela tentativa de homicídio da ex-companheira.

O réu foi condenado a 9 anos e 4 meses em regime inicial fechado pelo crime e pela utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima e pelo feminicídio, em virtude da condição do sexo feminino da vítima envolvendo violência doméstica e mais um mês pela ameaça e 10 dias de multa.

O crime ocorreu em 05 de janeiro de 2017, em frente a um supermercado de Catanduvas. De acordo com a denúncia, o crime foi cometido por motivo torpe: o réu não aceitava o fim do relacionamento.

O Promotor de Justiça Flávio Fonseca Hoff atuou pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) perante o Tribunal do Júri  e ressaltou que a mulher de 36 anos havia feito o pedido de medida protetiva no inicio do processo de separação, pois já temia a reação do autor.

A sentença foi proferida pelo Juiz da Comarca José Adilson Bittencourt Junior. O juiz enfatizou que a justiça está atenta a casos de violência doméstica (Lei Maria da Penha), e ressaltou o Disque-Denúncia, um serviço para registrar queixas e direcioná-las aos órgãos competentes para investigação, também com orientações e esclarecendo dúvidas, tudo de forma sigilosa e segura.

O júri teve início ás 9h no Fórum da Comarca de Catanduvas, policiais do DEAP e da PM estiveram no local para garantir o bom andamento dos trabalhos.

Os advogados de defesa foram Daniel Meira e Daniel Ferreira da Silva.

Esse é o terceiro caso de feminicídio julgado na Comarca nestee ano, sendo dois consumados e este sendo uma tentativa.

Relembre o caso:

O crime aconteceu no inicio da tarde de quinta-feira (05) e mobilizou Samu e Polícia Militar.

A vítima de iniciais Z.A., de 36 anos foi surpreendida nas proximidades do seu local de trabalho, um supermercado que fica na Rua da Paz, centro de Catanduvas. Ela foi atingida por dois golpes de faca na região das costas. O homem correu atrás da mulher que tentou pedir ajuda em uma residência, mas, foi alcançada. Um homem que passava de carro pelo local socorreu a mulher e a levou para o  Hospital Municipal; Em seguida o Samu foi acionado e a conduziu até o Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba.

De acordo com informações o agressor seria companheiro da vítima, e estariam em processo de separação.  (Com informações de Simone Lime Reato/Catanduvas Online) 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.