Homem é preso e confessa ter matado mulher de Joaçaba a facadas no Litoral catarinense

Navegantes – Um homem foi preso suspeito de ter matado a companheira de 22 anos a facadas na madrugada desta quinta-feira (21) em Navegantes, no Litoral Norte catarinense. Segundo a Polícia Militar, ele confessou o crime. O casal tem um filho de sete meses.

A PM foi acionada por volta das 4h30 para atender a ocorrência em uma casa no Centro da cidade. Testemunhas disseram aos policiais que ouviram a mulher pedindo socorro e a encontraram suja de sangue.

Uma das pessoas que estava na casa pediu ajuda a um vizinho que é bombeiro voluntário. A vítima foi socorrida e encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Conforme a PM, a jovem levou várias facadas, inclusive no pescoço e nos braços.

As testemunhas ainda informaram à PM que o crime ocorreu após os dois terem passado a noite utilizando cocaína. Na residência estava o casal e mais duas pessoas.

Após buscas, por volta das 9h, o suspeito foi encontrado pela polícia em um terreno baldio. A faca que teria sido usada foi aprendida.

À PM, ele confessou o crime e disse ter se arrependido, mas não contou a motivação para esfaquear a companheira.

O homem foi preso em flagrante por homicídio e conduzido para a delegacia. Ele já tinha sete passagens pela polícia, incluindo posse de drogas, ameaça, vias de fatos e lesão corporal leve.

Família

Os dois moravam em Joaçaba e tinham um filho de 7 meses, que está com familiares na cidade do Oeste catarinense. Ainda de acordo com a PM, o suspeito é natural de São Paulo e trabalha como pescador. Ele teria desembarcado em Navegantes na semana passada e ela foi encontrá-lo em Navegantes na casa de amigos. (G1)

1 Comentário

  1. A maioria do que esta ai eh mentira sinto pena da minha prima por voocs aumentarem o caso dela desta forma… ela tem sim UMA filha mais nao eh dele e ela tem 4 anos… eh mto bom qnd se analiza os fatos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.