Homem que ofendeu fiscal de mercado tem sentença por injúria racial mantida

Blumenau –

A Justiça de Santa Catarina manteve sentença pelo crime de injúria racial a um homem que ofendeu um fiscal de supermercado em Blumenau. Flagrado com objetos furtados, o réu chamou o funcionário do comércio de “preto vagabundo” quando foi capturado.

O homem foi condenado à pena de um ano e dez meses de reclusão, em regime aberto, e ao pagamento de multa no equivalente a 17 dias de um salário mínimo.

Segundo a denúncia do Ministério Público, em junho de 2015 o acusado entrou no supermercado com uma mochila e furtou duas garrafas de vodca, quatro barras de chocolate, quatro pacotes de isqueiros e uma sandália – avaliados em R$ 150.

Quando o fiscal fez o flagrante no estacionamento, o homem tentou fugir e precisou ser contido. Durante a abordagem, o homem chamou o fiscal de “preto vagabundo” e disse: “seu preto, vou te socar a cara”.

O réu também foi denunciado pela tentativa de furto, mas o crime prescreveu. Indignado com a sentença, o homem recorreu ao TJSC. Pleiteou a absolvição por dúvidas acerca da materialidade do delito na forma qualificada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.