Horta é cultivada há 30 anos em escola do interior de Piratuba

Piratuba – De um lado o verde das plantas, do outro o marrom da terra. Entre um tom e outro da pequena horta da escola, se destaca o uniforme azul de Alexandro da Silva, que é quem trabalha com dedicação singular de um verdadeiro apaixonado pelo plantio de hortaliças.

O espaço cultivado pelo servidor público, fica nos fundos da Escola Reunida Zonalta. O capricho com os canteiros e a retirada cuidadosa das ervas daninhas, estão entre as especialidades do profissional, que é carinhosamente chamado de Tio pelos alunos da escola.

Alexandro conta que há sete anos, quando começou a trabalhar na escola, percebeu que naquele pequeno pedaço de terra era possível produzir mais e de uma forma sustentável. Foi aí que veio a ideia da criação de um espaço para compostagem de folhas, que vem das árvores do local.  Para enriquecer ainda mais o solo, nada de nutrientes químicos, só mesmo adubação orgânica.

A horta criada no final da década de 1980, já foi premiada em concursos no passado. Mas o principal título da atualidade, merecido pelo espaço, segundo a diretora da escola, Simone Thomé Regalin, é o de horta colaborativa: “Aqui cada aluno ou professor que tem interesse pode trazer mudas para serem cultivadas, ou até mesmo doar sementes. Aí quando começa a produzir, o que não é usado na merenda, pode ser levado pra casa por quem colabora com o projeto”, explica a professora Simone.

De salsinha à cebolinha, beterraba, repolho e alface, o que não faltam são hortaliças verdejantes no espaço, que garantem a tradição do local pela pequena horta. A economia gerada com o que se planta na própria escola, não faz tanta diferença no orçamento financeiro, mas quem estuda na escola rural garante: Poder experimentar hortaliças fresquinhas na merenda, não tem preço! (Ernoy Mattiello/Ascom)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.