Iniciam trabalhos de manutenção e recuperação de rodovias na região

Foto: Divulgação

Iniciaram efetivamente os trabalhos de manutenção e recuperação pelo Projeto Recuperar. A ação começou nesta segunda-feira (11) na SC-350, em Lebon Régis, no entroncamento com a SC-120, acesso ao município de Curitibanos. As ações estão ocorrendo nos pontos mais críticos e sequencialmente acontecerão simultaneamente em outras áreas do estado. A empresa vencedora do processo licitatório desenvolvido pelo Consórcio Interfederativo Santa Catarina – CINCATARINA, já havia recebido a ordem de serviço no dia 1° de novembro, e aguardava as condições climáticas para começar os trabalhos.

O início do processo foi acompanhado pelo diretor executivo do Consórcio, Elói Rönnau, e pelo gerente responsável pelo Projeto, engenheiro Mauricio Perazzoli. O prefeito de Lebon Régis,  Douglas Mello, também acompanhou os trabalhos e validou a iniciativa “Torcemos muito que o projeto Recuperar dê certo, como já vem dando. Nós,  prefeitos,  estaremos empenhados em acompanhar e fiscalizar os trabalhos” disse.

Durante a execução da empresa no local foram esclarecidos os procedimentos necessários e verificado a iniciativa conduzida pela empresa. Ao total, são cerca de 100 quilômetros de rodovias já autorizados para iniciar as ações de manutenção e recuperação.

Segundo Moises Diersmann, presidente do CINCATARINA,  a empresa Iguatemi executou o levantamento da situação que se encontram as rodovias. Na oportunidade, foram demarcados os buracos existentes e agora estará sendo executado os serviços de recuperação. “Nosso objetivo é buscar economia e agilidade, ambos com eficiência. Já na assinatura dos contratos solicitamos o empenho de todos para garantir o andamento, e o resultado está dentro do esperado” apontou Moises.

O CINCATARINA foi o primeiro consórcio a assinar o convênio do Projeto Recuperar com o Estado, o primeiro a realizar as licitações, receber os recursos e emitir as ordens de serviços. Ao todo são mais de 1.5 mil quilômetros de rodovias estaduais atendendo 64 municípios. Já foram descentralizados mais de 3.2 milhões de um total de 12.8 milhões previstos no convênio. A licitação realizada para atender tais demandas proporcionou uma economia superior a 30% do projetado. (Ascom)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.