Instituto Geral de Perícias convoca 96 servidores para integrarem o quadro em SC

Servidores em cerimônia de posse. Foto: Tanara Fagundes

Estado – O Instituto Geral de Perícia convocou, nesta segunda-feira (9), 96 servidores para assumirem a função no Estado de Santa Catarina.

O órgão, vinculado à Secretaria de Segurança Pública, abrange além da sede, em Joinville, outros quatro núcleos regionais de perícia. São eles Jaraguá do Sul, São Bento, Mafra e Canoinhas.

Para Joinville serão sete peritos criminais, um médico legista e uma papiloscopista. A cidade abrange o maior número de profissionais da área, contando agora com 21 peritos criminais e seis médicos legistas ao todo.

Por este motivo, Joinville é considerada como polo de algumas especialidades e referência para outros municípios.

O diferencial deste concurso foi que todos os nominados estarão assumindo cidades do interior. Isso significa que, pela primeira vez na história, nenhuma vaga foi destinada à capital.

O objetivo é proporcionar maior qualidade de vida não só para os habitantes mas também para os profissionais, uma vez que boa parte deles trabalham até 30 dias consecutivos, sem direito à folga justamente por não ter profissionais para cobrir os turnos.

Giovanni Eduardo Adriano, perito criminal de carreira e um dos responsáveis por trazer um número tão alto de servidores para Joinville, afirma que a chegada dos novos servidores é algo emblemático porque o Estado estava carente desses profissionais.

“Nós estávamos com o quadro totalmente defasado. Eu esperava que fosse chamado um número alto mas não pensei que seriam tantos. Nossa expectativa era chamar 52 profissionais e no final, foram 96”, conta.

O perito destaca também que essa aquisição vai fazer com que o trabalho dos profissionais seja mais qualitativo e mais humano.

“Os profissionais foram, sobretudo, para regiões que tinham apenas um servidor. Isso porque é desumano uma pessoa trabalhar 24 horas por dia, 30 dias por mês, de natal a natal. Essa aquisição veio para acabar com essa disparidade”, finaliza.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.