Justiça aceita pedido de restituição de veículo apreendido no dia das eleições em Ouro

Capinzal – O juiz da 37ª Zona Eleitoral de Capinzal, Fernando Rodrigo Busarello, aceitou o pedido de restituição de um veículo apreendido pela Polícia Militar na madrugada do domingo das eleições (2 de outubro) no município de Ouro.

O magistrado entendeu que a devolução à proprietária da caminhonete GM/S-10 com placas de Ouro não é de interesse para a investigação do crime eleitoral. O Ministério Público havia opinado favoravelmente ao pedido da dona do veículo.

O juiz decidiu ainda pela remessa dos autos à Polícia Civil para que obtenha junto às vítimas a manifestação sobre o interesse em representar contra os investigados pela suposta prática do crime de ameaça.

Entenda

Cinco pessoas foram presas por crime eleitoral na madrugada do dia 2 de outubro no município de Ouro. De acordo com o delegado Deyvid Tranche Lima, os homens estavam em três veículos que perseguiram e cercaram uma viatura da Polícia Militar descaracterizada.

Os ocupantes dos veículos desembarcam, estando um deles com uma chave de roda nas mãos, e forçaram as portas da viatura. Os policiais militares desceram do carro e efetuam as prisões. Em revista pessoal, foram encontrados vários “santinhos” de candidatos ao pleito eleitoral no município de Ouro. A caminhonete S-10 e um Peugeot com placas de Capinzal foram apreendidos.

No dia seguinte os cinco pagaram fiança no valor de um salário mínimo cada, totalizando R$ 4, 4 mil. Um inquérito foi aberto para investigar o caso.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.